AnaMaria
Dinheiro / Organize-se

Confira algumas dicas para aproveitar o começo do ano para sair do vermelho

Ainda dá tempo de organizar as coisas e sair do vermelho

*Luciana Ikedo - Colunista de AnaMaria Digital Publicado em 20/02/2022, às 14h00

Saiba como sair do vermelho antes que seja tarde demais - Unsplash/Sharon McCutcheon
Saiba como sair do vermelho antes que seja tarde demais - Unsplash/Sharon McCutcheon

O ano está apenas começando e com planejamento e disciplina, dá para quitar as dívidas que fez no ano passado. Ainda dá tempo de refletir sobre seus erros e acertos em relação ao dinheiro e entender onde você quer chegar esse ano.

Algumas estratégias devem ser colocadas em prática já! Primeiro, organize e controle seu orçamento. Muitas pessoas não sabem exatamente quanto ganham e nem quanto gastam. A melhor forma é ir anotando tudo. Vale usar aplicativo financeiro, planilha, bloco de notas do celular ou o bom e velho caderno. Sabendo qual será o seu saldo positivo, fica fácil provisionar o que cabe dentro daquele montante.

Anote gastos fixos, como aluguel ou prestações, mensalidade e rematrícula de escola, impostos etc. Acompanhar mensalmente essa lista é importante para garantir que o planejamento está sendo seguido. Qualquer gasto extra deve ser anotado.

Se você se perde entre carnês e boletos, tente unificar todas as parcelas de várias dívidas em uma só, com prazo prolongado, taxa menor e um valor que realmente caiba no orçamento. Repense a utilização de carnês de loja, cartões de crédito, empréstimos... Não entre em novas dívidas!

Por fim, vale lembrar que a falta de uma reserva de emergência é a principal causa do endividamento. Ela é um valor equivalente ao total de suas despesas mensais multiplicada por um número de meses, (entre três e 12 meses). O recurso serve para aquele problema inesperado que surgir. Ter uma reserva assegura que você seja o seu próprio banco e consiga passar por momentos turbulentos sem ter que contratar aquele empréstimo com altas taxas ou, pior, pagar o valor mínimo do cartão de crédito. O importante é começar já!

MAUS HABITOS

Repense alguns hábitos ruins de seu cotidiano como, por exemplo, tomar decisões de compra sem levar em conta as consequências, e compensar alegrias, frustrações ou tristezas com compras.

Maus hábitos comprometem seu futuro - ao contrário dos bons, que fazem você alcançar todos seus sonhos e objetivos de forma plena e consistente.

RENDA EXTRA

Com o orçamento muito bem estruturado e organizado, agora é hora de procurar uma fonte de renda alternativa. Isso mesmo! Fique atenta às suas principais habilidades e comece a fazer dinheiro com elas. Isso mesmo! Se você tem algum tipo de renda formal, mas ela não cobre as despesas, pode tentar ganhar um dinheiro extra prestando serviço nas horas vagas e finais de semana.

LUCIANA IKEDO (@lucianaikedo) é assessora de investimentos com certificação CFP®, MBA Internacional pela FGV, com extensão na Ohio University (EUA) e em Finanças pelo Ibemec/Insper