AnaMaria
Facebook AnaMariaTwitter AnaMariaInstagram AnaMariaSpotify AnaMaria

Cortar gastos: como reduzir as despesas e sair do vermelho?

Especialista fornece dicas essenciais para cortar os gastos pessoais e domésticos

Luciana Ikedo, colunista da AnaMaria Publicado em 18/06/2022, às 14h30

Luciana Ikedo responde às dúvidas das leitoras pelo email anamaria@maisleitor.com.br - Instagram/@wayhomestudio
Luciana Ikedo responde às dúvidas das leitoras pelo email anamaria@maisleitor.com.br - Instagram/@wayhomestudio

“Pago taxas em bancos, anuidades de cartões e meu orçamento fica muito apertado. Como mudar isso?” M. R., por e-mail

Gastar menos é um dos conselhos que ouvimos quando o assunto é economizar. Mas, por mais que essa pareça ser uma dica simples, para algumas pessoas, ainda é difícil poupar no dia a dia e são muitas as dificuldades e particularidades que cada um tem que enfrentar para realmente conseguir colocar isso em prática.

No entanto, existem algumas dicas e estratégias que podem ajudar você a enxugar o orçamento. Lembre-se: ao cortar gastos, você se aproximará cada vez mais da realização dos seus sonhos, uma vez que poderá aplicar de forma correta os recursos financeiros, mudando seu status de endividada para o de investidora.

Confira as dicas: se você ainda não é adepto de conta nos bancos digitais e segue pagando tarifa nos “bancões”, saiba que há uma resolução do Banco Central do Brasil (Bacen), em vigor desde 2008, que garante a toda pessoa física a possibilidade de ter uma conta corrente bancária sem cobrança de tarifas ou taxas de manutenção, contemplando apenas os serviços essenciais. Esse é um direito que pode ajudar a enxugar gastos.

Alguns municípios oferecem isenção total ou parcial do IPTU para aposentados e pensionistas, mas, como existem critérios a serem seguidos, procure o órgão responsável em sua cidade para checar se você se enquadra.

Os gastos com saúde podem chegar quando a gente menos espera, mas, para algumas enfermidades crônicas, o poder público disponibiliza remédios e insumos essenciais a um custo baixíssimo e até gratuitamente. É o caso de pessoas com hipertensão, diabetes, e asma.

Trilhar um caminho de mudança de atitudes e de educação financeira nem sempre é fácil, porém é preciso começar e lembrar que as atitudes que você toma hoje em relação ao dinheiro, vão definir o que você terá ou quem você será no futuro.

CONTA DO CELULAR

Reduzir os gastos com a conta do celular também é possível. Algumas operadoras oferecem descontos e pacotes mais em conta para quem contrata ou mesmo opta por migrar o seu plano individual para o familiar. Vale a pena pesquisar as ofertas que mais se adequem à realidade da sua família e mudar já. Isso também fará toda a diferença no orçamento mensal da família.

ENERGIA MAIS BARATA

A Tarifa Social de Energia Elétrica concede descontos de até 65% no pagamento de
contas e energia, dependendo da faixa de consumo. No entanto, é importante pesquisar quais os critérios e responsabilidades de mais esse benefício. Afinal, qualquer economia
é sempre válida, não é mesmo?

LUCIANA IKEDO (@lucianaikedo) é assessora de investimentos com certificação CFP®, MBA Internacional pela FGV, com extensão na Ohio University (EUA) e em Finanças pelo Ibemec/Insper

{# Taboola Newsroom #}