AnaMaria
Facebook AnaMariaTwitter AnaMariaInstagram AnaMariaSpotify AnaMaria

Cuidado com o consignado

Governo aumenta para 35% o limite do empréstimo

Júlia Arbex Publicado em 07/08/2015, às 16h00 - Atualizado às 17h44

Mulher preocupada com empréstimo consignado - Dreamstime
Mulher preocupada com empréstimo consignado - Dreamstime

O governo ampliou de 30% para 35% o limite do crédito consignado. Isso quer dizer que uma pessoa que ganha R$ 1 mil pode pegar emprestado até R$ 350 e não mais R$ 300 como antes, sendo que essa diferença só poderá ser destinado a pagar dívidas do cartão de crédito, que tem juros bem mais altos. Só para se ter uma ideia, a taxa do consignado gira em torno de 27%, enquanto a do cartão é de 85%. Mais que o triplo! Segundo Reinaldo Domingos, diretor da Associação Brasileira de Educadores Financeiros (Abefin), essa modalidade de empréstimo é uma boa alternativa, mas deve ser usada com consciência para evitar o superendividamento. Entenda melhor:  

O QUE É: é um empréstimo cuja as parcelas são descontadas diretamente do salário ou do benefício de aposentados e pensionistas do INSS.


PRÓ: As taxas de juros variam de banco para banco, mas costumam 
ser das mais baixas do mercado.


CONTRA: A ampliação pode se tornar um estímulo para pegar mais e mais empréstimos. Por isso, o planejamento é fundamental. Já que o dinheiro é tirado do salário, você não vai conseguir adiar o pagamento. Atenção!


DICA DE OURO: Se você está gastando mais do que ganha, fale com sua família e façam cortes nas despesas. Caso contrário, o endividamento nunca vai ter fim.