AnaMaria
Facebook AnaMariaTwitter AnaMariaInstagram AnaMariaSpotify AnaMaria
Notícias / Dinheiro / Vida financeira

Dinheiro no bolso o ano inteiro! Veja dicas para economizar e não passar aperto

Especialista em educação financeira revela as atitudes capazes de fazer você alcançar uma meta de economia

Karla Precioso Publicado em 03/07/2022, às 08h00

Confira dicas para guardar dinheiro ao longo do ano - Unsplash
Confira dicas para guardar dinheiro ao longo do ano - Unsplash

Acumular dinheiro ao longo da pandemia tem se mostrado uma tarefa árdua para a maioria dos brasileiros. Mas, com disciplina financeira, isso é possível. De acordo com Thiago Martello, fundador da Martello Educação Financeira, existem maneiras para facilitar esse processo.

“Quebre o valor total em partes menores. Se sua meta de acumulação for R$ 3 mil/ano, foque nos R$ 250 por mês - cerca de R$ 57,70 por semana ou apenas R$ 8,52 por dia. Estabeleça um período para guardar esses valores e considere também seu 13º na conta. Isso vai deixar tudo mais simples e você entenderá que pequenas ações contínuas podem gerar grandes resultados”, revela.

O especialista reforça: solicitar crédito em instituições financeiras para tal é um erro. “Pegar dinheiro de terceiros para adiantar a realização de um sonho é um grande perigo. Você antecipa a concretização de um desejo e prolonga um pesadelo, adiando até mesmo a realização de sonhos futuros. O ideal é sempre acumular, e não pagar juros. Portanto, mantenha o hábito de poupar e fazer um planejamento adequado para realizar seus objetivos."

Outra dica é cortar pequenos gastos do dia a dia. Com isso, é possível economizar um grande montante no fim de alguns meses. Veja mais.

COMO COMEÇAR

“O primeiro passo para endireitar a vida financeira é entender suas receitas e despesas, saber para onde está indo o seu dinheiro para que, só então, você tenha condições de avaliar o que pode ser cortado ou substituído por gastos menores”, diz o especialista.

TRABALHADOR AUTÔNOMO

“Deve ter ainda mais cuidado na organização das contas, pois a receita varia e, muitas vezes, não há garantia de quanto receberá no mês. Torna-se ainda mais importante ter uma reserva de emergência e conhecer profundamente os gastos e despesas fixos e variáveis. E aí é lembrar que, no período de vacas mais gordas, é preciso guardar mais para que haja dinheiro suficiente em qualquer tempo”, explica.

QUANTO ANTES, MELHOR

“É muito relativo estabelecer um tempo, pois tudo vai depender da situação financeira de cada um. Mas, quanto antes começar, melhor será. Em um ano, você vai agradecer por ter começado a estudar e praticar educação financeira hoje", afirma Thiago.

POSSO OU NÃO POSSO?

“Costumo dizer que dinheiro é feito para gastar. O segredo é saber priorizar o que é importante em cada momento da vida. Por isso, definir o que você pode, ou pode de vez em quando, é algo pessoal. É preciso seguir um planejamento financeiro. O que nunca se deve fazer é deixar de cuidar do dinheiro e olhar para a vida financeira com atenção”, ressalta Martello.

AS CILADAS

“As piores armadilhas são a falta de planejamento e as emoções. Somos seres humanos e, se não há um foco determinado para o uso do dinheiro, fica fácil desviar o percurso e entrar na primeira promoção que aparece. Se a pessoa está triste, sem foco, ela gasta facilmente o que deveria poupar para realizar um sonho”, diz.

A MELHOR APLICAÇÃO PARA POUPAR

“Tudo depende do perfil do investidor. Supondo que estamos falando de um investidor mais conservador, é possível buscar investimentos de pouco ou quase nenhum risco que rendem bem mais do que a poupança. É o caso de CDBs e Títulos do Tesouro. Só é importante considerar se a pessoa precisará deles em qualquer tempo e qual o objetivo. De forma geral, para quem procura liquidez como a da poupança, existem CDBs com liquidez diária e Tesouro Selic. Há ainda fundos de investimento que também atendem a perfis conservadores”, esclarece o especialista.

ENVOLVA A TODOS

“Crianças aprendem com exemplos e a família deve entender que a educação financeira pode ajudar a realizar sonhos. Comece, por exemplo, a criar objetivos familiares, como uma viagem, para que
cada um possa poupar um pouquinho ou ajudar a economizar. Além disso,
estimule mais experiências e menos coisas, incentive a leitura, gaste de forma consciente e mostre que vale a pena cuidar do dinheiro. Também saiba dizer “não” quando necessário. Todas essas
ações somadas ajudarão muito”, afirma.

{# Taboola Newsroom #}