Economista ensina como garantir a melhor aposentadoria

Aposentadoria: economista ensina como garantir a melhor opção para você

Da Redação Publicado sábado 21 dezembro, 2019

Aposentadoria: economista ensina como garantir a melhor opção para você
A previdência privada é uma alternativa ao INSS, bastante popular no país - Banco de Imagem/Getty Images

“INSS ou Previdência Privada? Sou autônoma e estou em dúvida sobre como garantir a minha aposentadoria. Qual a melhor opção?” T. S., por e-mail. 

Muitas pessoas não dão a devida importância ao assunto e, quando chega a hora de parar de trabalhar, acabam passando apuros por não terem se planejado. 

Quando se trata do INSS, especialmente para quem é autônomo, a principal vantagem é que, ao contribuir regularmente para a Previdência Social, você tem direito a benefícios como o auxílio-doença e o salário-maternidade, o que significa que estará resguardada em caso de algum imprevisto que possa desestabilizar suas finanças

Mas o sistema previdenciário público deve passar por transformações, já que corre o risco de entrar em colapso devido ao aumento da parcela da população idosa no país. Diante desse cenário, depender exclusivamente do INSS pode ser arriscado e a sugestão é fazer uma reserva complementar à Previdência Social.

A previdência privada é uma alternativa ao INSS, bastante popular no país, e ela pode ser interessante caso você tenha certeza de que irá resgatar seus rendimentos apenas no longuíssimo prazo, ou seja, em períodos superiores a dez anos. 

Caso contrário, as taxas cobradas podem prejudicar bastante seus rendimentos. Mas a previdência privada não é a única opção. Há outras aplicações de baixo risco e que apresentam rendimentos interessantes para o longo prazo e que também podem servir como complemento ou mesmo substituir o INSS. 

Uma delas é o Tesouro Direto IPCA+, que paga uma taxa de juros anual acrescida da inflação oficial do período, garantindo que o dinheiro aplicado tenha sempre um rendimento real. Outra alternativa são os CDBs, CDIs ou LCs de bancos pequenos, que costumam oferecer boas remunerações para os títulos com vencimento mais longo, além de imposto de renda reduzido nesses casos.

MARCELA KAWAUTI aprendeu economia na graduação da Universidade de São Paulo e no mestrado da Fundação Getúlio Vargas, além de ter mais de dez anos de experiência. É economista-chefe do SPC Brasil e colaboradora do portal de Educação Financeira Meu Bolso Feliz. 

Envie suas perguntas para Marcela Kawauti pelo e-mail anamaria@maisleitor.com.br 

Último acesso: 19 Apr 2021 - 07:13:19 (1091503).