AnaMaria
Facebook AnaMariaTwitter AnaMariaInstagram AnaMariaSpotify AnaMaria

Samy Dana responde sobre finanças

O economista dá dicas de como fazer render o dinheiro da rescisão

Samy Dana Publicado em 13/08/2015, às 18h00 - Atualizado em 07/08/2019, às 17h44

Samy Dana - Gabriela Gonçalves
Samy Dana - Gabriela Gonçalves
“Meu marido foi demitido e recebeu R$ 40 mil de rescisão. O salário dele era de R$ 3 mil, suficiente para nossas despesas fixas. Não temos dívidas. Qual o melhor jeito de fazer esse dinheiro render para não nos enrolarmos até ele arrumar um novo emprego?” 
K.C., por e-mail

O valor que ele recebeu é significativo. Se você tem R$ 3 mil de gastos, esse dinheiro deve durar pouco mais de um ano, se bem administrado. Minha dica: não coloque o montante na poupança. Essa modalidade de investimento irá corroer o seu poder de compra, pois, hoje, a poupança nem está conseguindo ganhar da inflação. Uma boa opção, então, é trabalhar com o Tesouro Direto, no título Tesouro Selic. Ele permite que você deixe todo o dinheiro investido e faça o resgate diariamente, se necessário. Para aplicar nele, você precisa abrir uma conta numa corretora, de preferência que não cobre taxa de administração, e mandar toda sua reserva para lá em seguida. Essa empresa irá fazer o investimento no título. Nesta aplicação, é necessário pagar Imposto de Renda sobre os juros no momento do resgate do dinheiro. Além disso, você irá pagar 0,3% ao ano de custódia (essa é uma taxa cobrada para guardarem e acompanharem seu investimento). Mesmo com esses custos, o retorno atualmente é bem mais interessante do que deixar o dinheiro na poupança. 
No site do Tesouro Direto (bit.ly/1CjcfLz), você encontra mais informações, além de poder consultar quais são as corretoras que não cobram taxa. Outra opção interessante é tentar investir o dinheiro no CDB de um banco grande. Nesse tipo de aplicação, você negocia uma porcentagem do CDI (que é uma taxa bem próxima à taxa básica de juros, a Selic). Se no Tesouro Direto você ganha o equivalente à Taxa Selic, que hoje está em 14,25% ao ano, no CDB você vai ganhar a porcentagem que negociar do CDI, que atualmente está por volta de 14,25% ao ano.
Importante: não aceite menos do que 98% de CDI na hora de fechar o quanto o banco vai lhe pagar de rendimento. Bons investimentos!


Samy Dana é economista, professor da Fundação Getulio Vargas, comentarista de finanças e economia da Globo News e do programa Hora 1, da Globo. É coautor dos livros Seu Bolso (Editora Leya, R$ 24,90) e Finanças Femininas (Editora Benvirá, R$ 19,90)