AnaMaria
Busca
Facebook AnaMariaTwitter AnaMariaInstagram AnaMariaYoutube AnaMariaTiktok AnaMariaSpotify AnaMaria
Diversos / Sorriso

Dentes manchados: veja as causas e como tratar esse problema

Especialista explica como cuidar da saúde bucal para deixar os dentes mais brancos

Redação EdiCase Publicado em 19/02/2023, às 14h30

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Hábitos do dia a dia podem causar as manchas nos dentes - Imagem: Krakenimages.com | Shutterstock
Hábitos do dia a dia podem causar as manchas nos dentes - Imagem: Krakenimages.com | Shutterstock

Dentes manchados podem causar diversos prejuízos, tanto estéticos quanto funcionais. A aparência amarelada ou escura dos dentes pode afetar a autoestima e a confiança das pessoas, dificultando o convívio social e profissional. Além disso, a presença de manchas pode indicar problemas de saúde bucal.

A falta de cuidados com a higiene bucal e a exposição a agentes causadores de manchas podem agravar o problema. Alguns fatores que contribuem para isso são:

  • Bebidas: café, chá, vinho e refrigerantes do tipo cola. 
  • Alimentos: massas e/ou batatas, em dentes com falta de higiene bucal, fermentam criando condições para alteração na cor.
  • Frutas: o consumo frequente de frutas com cores fortes, como amora e romã, contribui para o aparecimento do problema.
  • Temperos: cúrcuma e curry podem ajudar a manchar.
  • Fumar: além de fazer mal para a saúde, também coopera com o amarelamento dos dentes.
  • Falta de higiene bucal: o acúmulo da placa bacteriana colabora para o problema.
  • Medicação/suplemento vitamínico: podem alterar a coloração e causar manchas.
  • Envelhecimento: com o passar dos anos, a camada externa do esmalte se desgasta, tirando o brilho e a vivacidade.
  • Trauma esportivo/acidente: “o esmalte dentário não está completamente formado até os oito anos e, se a criança passar por um trauma, como bater a boca, pode ficar com manchas. Outro caso é a lesão esportiva. O impacto diminui o fluxo sanguíneo que vai para o dente, afetando o nervo e levando a essa mudança de cor”, conta a cirurgiã-dentista Patrícia Almeida, especialista em reabilitação oral e estética.

Fuja do bicarbonato de sódio e do carvão ativado

Quer clarear os dentes? Fuja de ambos, eles são abrasivos e podem desgastar o esmalte, com isso, a segunda camada, que é a dentina, também fica exposta. “Como ela é mais porosa, pode deixá-los mais amarelados e/ou propensos a manchas. Eles também podem ficar sensibilizados, porosos e quebradiços”, explica Patrícia Almeida.

Aliás, nada de receitinhas caseiras. “Já vi gente misturando frutas cítricas, cúrcuma… É só perda de tempo e de dinheiro, pois eles podem mudar a cor e levar a sensibilidade. O bochecho com óleo de coco, no máximo, pode deixar o dente mais brilhante, mas não vai remover manchas nem clarear”, alerta a idealizadora da Odontologia Almeida.

Por isso, é importante consultar um dentista para obter um diagnóstico preciso e um plano de tratamento adequado para melhorar a aparência dos dentes manchados e ajudar a recuperar a confiança no sorriso.

Mulher sorrindo em cadeira de dentista e dentista ao fundo
As manchas nos dentes devem ser tratadas com ajuda de um dentista (Imagem: Dean Drobot | Shutterstock)

O que você pode fazer na clínica do dentista

Dependendo da causa, diferentes abordagens podem ser utilizadas para tratar os dentes manchados. Para começar, a limpeza pode ser indicada pelo dentista. “Ela vai ajudar a remover a placa e, de certa forma, clarear. Não vai ter mudança de cor para um branco, mas você percebe uma diferença, eles ficam mais polidos e brilhantes”, argumenta a dentista, que é integrante da Associação Paulista de Cirurgiões Dentistas (APCD). 

Pode, ainda, ser indicado o clareamento no consultório com acompanhamento em casa (quando você usa gel e a moldeira). Ou passar por restaurações, incluindo a aplicação de facetas.

Hábitos contra as manchas

É importante adotar uma boa rotina de higiene bucal para manter os dentes saudáveis e prevenir as manchas. “Higienizar corretamente a boca diariamente, utilizando escova, pasta e fio dental. E mudar os hábitos, como parar de fumar, ou evitar/minimizar o consumo de alimentos e de bebidas que provoquem a coloração. Isso vai ajudar muito na prevenção de novas manchas e manter a limpeza/clareamento que você fez um consultório”, conclui Patrícia Almeida.

Por Ana Marigliani

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!