AnaMaria
Facebook AnaMariaTwitter AnaMariaInstagram AnaMariaSpotify AnaMaria

Silvero Pereira, o Zaquieu de ‘Pantanal’, aparece com sucuri nos braços; veja a foto

Silvero Pereira postou em suas redes sociais cliques segurando uma cobra

Da Redação Publicado em 22/07/2022, às 15h41

Silvero Pereira posa ao lado de sucuri em seu Instagram - Instagram/@silveropereira
Silvero Pereira posa ao lado de sucuri em seu Instagram - Instagram/@silveropereira

Silvero Pereira chocou seus seguidores ao posar com uma sucuri, da novela ‘Pantanal’, em seus braços, nesta sexta-feira (22).

Durante as gravações, o ator resolveu fazer um book de fotos segurando o animal. Nas imagens, é possível ver a enorme cobra com Silvero, que não tirou o sorriso do rosto em momento algum.

"Zaquieu voltando forte com as amizades", escreveu na legenda.

As cenas com o animal foram gravadas tanto com uma sucuri verdadeira quanto com uma réplica, porém não se sabe qual das duas o artista está segurando.

“Deus me livre! Não tenho coragem nem de olhar quando aparece na TV, imagine pegar!”, disse um. “Zaquieu e o 'Véio do Rio’”, ironizou outro. “Que coragem você tem!!!”, escreveu um terceiro.

Confira a publicação:

PANTANAL SEGUE EMOCIONANDO

Ao som do berrante do Velho do Rio (Osmar Prado) enquanto o sol se escondia no Pantanal, Jove (Jesuíta Barbosa) e Juma (Alanis Guillen) selaram seu amor em uma cerimônia que levou o público às lágrimas, no episódio 100 da novela das 21h da TV Globo, que foi ao ar na última quinta-feira (21). 

Após as fortes emoções do capítulo anterior, em que a atuação de Alanis Guillen foi o destaque, ao interpretar Juma tendo uma crise de ansiedade às vésperas da cerimônia, os fãs de ‘Pantanal’ tiveram que controlar as emoções mais uma vez com o tão esperado casamento. 

Ao lado de Muda (Bella Campos) e Tibério (Guito Show), o casal principal protagonizou uma cena memorável. 

No entanto, a atuação mais comentada do episódio foi a de Osmar Prado, que depois de tocar o berrante do Velho do Rio - emocionando Zé Leôncio (Marcos Palmeira), que reconheceu o repique do pai - deu voz ao padre que realizava a cerimônia em um discurso forte sobre Deus estar presente no amor. 

Cenas do começo da novela ilustraram o monólogo do Velho, com destaque para os momentos principais dos casais da história e mostrando o amor entre Juma e sua mãe. 

Apesar da tensão que se seguiu na festa, com direito a briga e cabra desacordado, nada conseguiu ofuscar as emoções do casamento, gerando inúmeros comentários dos telespectadores.

“A Juma trocou penas em vez de alianças como sinal de liberdade, já que o Velho do Rio comparou o amor como um pássaro que só é feliz quando está livre, não preso”, twittou uma fã. 

“O caos que começou o casamento da Juma e Jove: sem padrinhos, sem alianças, crise de ansiedade e fuga da noiva. Bastou a conexão com a natureza pra tudo se acalmar. O amor deles é ligado ao Pantanal desde o nascimento”, reparou outra. 

“Eu não tô chorando com Juma e Jove não, né? Que cena esplêndida", resumiu um terceiro.