AnaMaria

A Grande Viagem estreia amanhã

O programa tem um quê de saudosismo ao lembrar as atrações da TV Cultura dos anos 90

Luciana Bugni Publicado em 19/01/2017, às 17h00 - Atualizado em 07/08/2019, às 17h45

O elenco todo reunido promete! - Divulgação
O elenco todo reunido promete! - Divulgação

Lembra quando Lucas Silva e Silva pegava o gravador no programa Mundo da Lua e "tudo podia acontecer"? É mais ou menos o que acontece quando Lipe (Léo Palhano) abre o armário do avô Mário (Umberto Magnani). Lá, existe um portal mágico pelo qual eles podem passear pelo mundo e pelo tempo em A Grande Viagem.

Em cada episódio, o Vovô Mário, Lipe e sua melhor amiga Tel (Lara Boldorini) passeiam pela cultura de um país diferente: Egito, Israel, Japão, Cuba, Espanha, Portugal, Líbano, Romênia, Estados Unidos, Grécia, Alemanha, França e Itália. Isso com a criatividade, já que foi tudo foi gravado em São Paulo. Como Vovô Mário nunca conheceu de fato esses lugares – conhecia os países pelos livros – tínhamos a liberdade poética de criar o país e o seu universo mitológico, pelo ponto de vista de um senhor de 70 anos e uma criança de dez”, conta Caroline Fioratti, que escreveu e dirigiu a série.

A série estreia nesta sexta (20) e é um dos últimos trabalhos inéditos de Umberto Magnani, que faleceu no ano passado. Sâo 13 episódios produzidos pela Aurora Filmes com coprodução da Haikai Filmes. O elenco ainda conta com Sandra Corveloni e tem participações especiais de Selma Egrei, Miriam Mehler, Sylvio Zilber, Ivo Muller, Lulu Pavarin, Ken Kaneko, Maurício de Barros, Lucélia Machiavelli, entre outros.