AnaMaria

Agora é lei e já vale para a Copa: está proibido soltar rojões barulhentos em SP

Notícia agrada famílias que têm filhos autistas, bebês e animais em casa, como cães e gatos

AnaMaria Digital Publicado em 23/05/2018, às 13h02 - Atualizado em 07/08/2019, às 17h46

Multa para quem descumprir nova lei será de R$ 2 mil - Shutterstock
Multa para quem descumprir nova lei será de R$ 2 mil - Shutterstock

Se você tem cachorro, gato, bebê ou filho autista em casa, é bem provável que fique feliz com essa notícia. Acaba de ser aprovada, às vésperas da Copa do Mundo (período em que muita gente solta rojão), a lei que proíbe a fabricação, a venda e o uso de fogos de artifício com barulho no município de São Paulo.

De acordo com a campanha Sem fogos com ruído, liderada por Rogério Nagai, o documento traz relatos de famílias que têm filhos autistas - muitas vezes, o estouro dos fogos faz as crianças terem convulsões - e de pessoas que têm bebês ou animais, como cães e gatos, que também costumam sofrer com o barulho dos rojões.

Recomendamos para você:
18 alimentos proibidos para cães e gatos
O ralo entupiu? Calma, você dá jeito sozinha!
Educar não é tarefa só dos responsáveis

Quem não cumprir a lei terá de pagar uma multa de R$ 2 mil. Este valor será dobrado na primeira reincidência e quadruplicado a partir da segunda, se acontecer em menos de 30 dias. 

Os fogos com efeitos visuais, sem estampido, ou os que produzem barulho de baixa intensidade continuam permitidos. A lei vale para lugares abertos e fechados, públicos ou particulares, em toda a capital paulista.