Animal de estimação: saiba como ajudar o cão idoso a viver melhor

Realizar exercícios básicos e comandos ao longo da vida do animal são muito importantes

Da Redação Publicado sábado 11 abril, 2020

Realizar exercícios básicos e comandos ao longo da vida do animal são muito importantes
Para cães com dificuldade de enxergar, use marcadores de cheiro - Banco de Imagem/Pixabay

Seria maravilhoso se os cães tivessem uma vida eterna não é mesmo? Mas, assim como acontece com todos os seres vivos, chega uma hora que a terceira idade vem e não há como evitar. 

Essa fase de vida traz consigo particularidades e isso faz com que algumas alterações de ambiente e de rotina sejam necessárias para garantir o bem-estar do seu bichinho

Primeiramente, é importante que o tutor entenda que o cão idoso precisa de um acompanhamento veterinário de forma preventiva na tentativa de evitar o aparecimento de patologias que possam colocar em risco a vida do pet. 

Além disso, pode ser indicado também terapias para o alívio da dor e desconforto. Todas essas condições exigem um gasto elevado financeiramente, portanto é importante que seja feita uma reserva financeira para quando esse momento de vida do peludo chegar. 

Na terceira idade, a locomoção pode ser algo difícil de realizar, mas é possível ajudar fazendo algumas alterações na casa. Coloque tapetes antiderrapantes nos locais que seu cão vai transitar e retire objetos que possam parecer obstáculos. 

Dependendo do grau de dificuldade, algumas coleiras específicas são necessárias para ajudar o animal também a se locomover. 

Outro ponto é que cães idosos, normalmente, apresentam algum grau de deficiência visual e auditiva, e isso pode ser um grande fator de estresse para eles.

Para cães com dificuldade de enxergar, use marcadores de cheiro, sons e texturas no chão para auxiliá-lo a se situar. Já para os cães surdos, aposte em marcadores visuais, texturas e cheiros para ajudá-los. 

Em ambos os casos, evite trocar os objetos de lugar, para não deixar o pet ainda mais confuso e inseguro. Realizar exercícios básicos e comandos ao longo da vida do animal são muito importantes para promover uma melhor qualidade de vida na fase idosa. 

Para saber como praticar com seu cão, procure um veterinário comportamental ou um adestrador profissional. 

MARCELA BARBIERI BORO, zootecnista, médica veterinária, adestradora e franqueada da Cão Cidadão.

Último acesso: 11 May 2021 - 15:50:57 (1106309).