AnaMaria

Como educar meu cachorro para fazer xixi no local certo e parar de destruir objetos?

Alexandre Rossi, conhecido como Dr. Pet, ensina a adestrar seu cão usando métodos simples

Helena Gomes Publicado em 06/11/2020, às 17h30 - Atualizado às 18h37

Dr.Pet dá dicas de como adestrar seu cão - Banco de Imagens / Pixabay
Dr.Pet dá dicas de como adestrar seu cão - Banco de Imagens / Pixabay

Se existe um animal que se tornou especial durante a pandemia causada pelo novo coronavírus, esse foi o cachorro. Afinal, muitos humanos aproveitaram o período de home office para aumentar a família com o novo membro de quatro patas - e muita fofura.

No entanto, adotar um cãozinho pode ser uma tarefa complicada, principalmente na parte de educar. Sendo assim, AnaMaria Digital conversou com o zootecnista e veterinário Alexandre Rossi, o Dr. Pet, durante o evento PetDay, promovido pela MSD Saúde Animal, e pegou vários conselhos para te ajudar a lidar com o seu bichinho. Confira!

MEU CÃO FAZ XIXI NO LUGAR ERRADO. COMO RESOLVER?

Se você já não sabe mais o que fazer, Rossi tem uma dica: planejar locais certos. Para isso, ele indica escolher um espaço dentro de um dos cômodos da sua casa para ser o banheirinho dele. O segundo passo é colocar objetos que indicam para o animal que ali é o local certo de ir para fazer isso, como cones, jornais ou tapetes próprios para isso.

OS OBJETOS DA CASA ESTÃO SENDO DESTRUÍDOS. E AGORA?

Um problema que alguns tutores podem acabar encontrando pelo caminho são os “dentinhos animados” dos filhotes, que acabam com muitos chinelos, sofás, ou até mesmo rodas do carro. Para isso, Rossi, que é tutor da sensação da internet, Estopinha, tem um conselho.

“Isso é um comportamento natural, e tem cachorros que precisam ficar mordendo as coisas. Então, a solução é dar brinquedos que dificultam a alimentação [e eles precisam ficar procurando a ração dentro do objeto]. Dessa maneira, eles se entretêm, ficam entediados e sobra menos energia. Além disso, é legal comprar brinquedos mais duros para eles roerem”, explica.

TELEVISÃO PARA CACHORRO: UMA BOA ALTERNATIVA?

Se o seu cachorro é muito arteiro e nada o detém, o zootecnista aconselha aderir aqueles canais que possuem conteúdo próprio para animais. E os benefícios não são apenas para o tutor, mas também para os peludinhos.

“Embora eles aprendam a reconhecer que a TV não é real depois de um tempo, [ela] pode estimular o [sistema] auditivo, porque a gente consegue colocar mais estímulos para o cachorro, isso enriquece”, afirma.

No entanto, este não é o único ponto positivo. Alexandre esclarece que os cães associam tudo o que acontece em volta deles de maneira muito rápida. Portanto, eles relacionam a TV ligada com a presença do tutor em casa.