AnaMaria
Facebook AnaMariaTwitter AnaMariaInstagram AnaMariaSpotify AnaMaria

Crônica da Xênia: Esforço que dá resultado

Os efeitos especiais da Record chacoalharam mais uma vez a audiência da Globo. Aguenta!

Redação Publicado em 10/12/2015, às 10h00 - Atualizado em 07/08/2019, às 17h44

SITE - VARIADOS
SITE - VARIADOS
Foi preciso que Moisés abrisse o mar na Record para que a Globo levasse um safanão. E levou feio! Há muitos anos ela reina absoluta no Ibope, e a novela das nove é o “Ai, Jesus” da emissora. Pois Moisés, com barba e cajado, disse a que veio. 
Menina, nunca vi tanto pé batendo no chão e tanta perna peluda! Se gostei? Mais ou menos! Mas, antes da opinião, é necessário reconhecer o trabalho de todos: desde o diretor Alexandre Avancini, filho de um dos maiores diretores da TV brasileira (Walter Avancini, infelizmente já falecido), até o contrarregra. 
Se falhas aconteceram, não importa. Conta, sim, a coragem de levar adiante um projeto tão trabalhoso, complicado e caríssimo. Quero parabenizar todos os colegas envolvidos na ousada aventura. Talvez por excesso de preocupação com os efeitos especiais, foi bastante relegada a direção de atores, o que comprometeu em algumas cenas a seriedade do projeto. Muito over! Ou vamos no popular: canastrão, como se dizia antigamente. Com tantos atores competentes desempregados, a direção optou por contratar os menos experientes. Gostaria de alertar para outras falhas, mas o meu espaço aqui nesse cantinho não comporta. De qualquer forma, Os Dez Mandamentos valeu como esforço de uma emissora tinhosa, que arrombou inexoravelmente a porta da Globo. E agora segura, Plim, Plim!




Comente a coluna no Facebook: facebook.com/anamaria