AnaMaria
Facebook AnaMariaTwitter AnaMariaInstagram AnaMariaSpotify AnaMaria

Crônica da Xênia: Surpresa mais que agradável

Pra quem se incomoda com programas infantis inadequados, The Voice Kids é bom!

Xênia Bier Publicado em 29/02/2016, às 10h00 - Atualizado em 07/08/2019, às 17h44

1006 - shutterstock
1006 - shutterstock
Quando vi na TV Globo a chamada para um programa infantil nos moldes do The Voice Brasil, torci o nariz e saí resmungando, o que é típico da minha idade. Falei comigo mesma: “Tô passando longe, de boa, não quero ver menina posando de adulta”. O mundo já está tacando o terror, não precisa de mais do pior. 

Quando a gente se adianta aos fatos, tem mais é que morder a língua! Li não sei onde que o programa foi um sucesso em todo o Brasil. Aí, curiosa que sou, entre reclamações do tipo “vou perder meu tempo à toa”, sentei meu gordíssimo traseiro no sofá e lá veio aquela coisinha charmosa, o Tiago Leifert, e mais Carlinhos Brown, Ivete Sangalo, Victor e Leo. Aqui um parêntesis: como estão lindos esses dois homens! Encorparam, amadureceram e, ai, Jesus... Deixo aqui um recado: nesta não dá mais, porém, Victor e Leo, temos um encontro na próxima encarnação, com certeza!      

Mas vamos encurtar o papo que já é curto. Gostei muito do programa. Músicas bem escolhidas, crianças educadas, ninguém com gesto vulgar, e o quarteto de técnicos perfeito. Ivete Sangalo fica para morrer quando não vira a cadeira para uma criança. Carlinhos Brown, aquele baita homem, é um torrão de açúcar mascavo, adoçando a criançada. E é adorado por elas. Se fosse eu o mandachuva da programação, daria um programa infantil para o Carlinhos apresentar. As crianças sentem que ele é uma delas fantasiada de gente grande. Esse é o Brown, açúcar mascavo. E eu aqui, mordendo a língua...



Comente a coluna no Facebook: facebook.com/anamaria