AnaMaria

Explore a cidade com eles!

Com a ajuda dos pequenos, monte um mapa, escolha os melhores lugares para conhecer e torne os finais de semana mais divertidos!

Ana Bardella Publicado em 16/01/2017, às 10h00 - Atualizado em 07/08/2019, às 17h45

Explore a cidade com eles! - Shutterstock
Explore a cidade com eles! - Shutterstock
Levar as crianças ao shopping e de-pois comer alguma coisa. Esse passeio soa familiar pra você? “Estamos acostumados a ‘encaixar’ os filhos nos nossos programas de adultos”, explica a psicóloga Mayra Gaiato. De acordo com ela, muitas vezes temos um contato bem reduzido com o universo infantil. Ou seja, sentimos dificuldade em brincar e nos envolver em atividades que realmente interessem a eles. “Os brinquedos eletrônicos são vistos como mais seguros pelos pais, mas praticar atividades externas também é um hábito necessário e benéfico”, alerta Mayra. Pensando nisso, a Fundação Itaú Social sugere a criação de uma espécie de guia pra explorar a cidade ao lado das crianças. A seguir, confira o passo a passo – você vai ver como é gostoso ser um turista na nossa própria cidade. Dá pra descobrir muita coisa legal!


1 Explique para as crianças que vocês montarão o guia juntos. Para isso, reserve um tempo na sua agenda para realizar essa
atividade ao lado delas.

2 Providencie um mapa da sua cidade. Se ela for muito grande, faça um contemplando os bairros mais próximos. Se não encontrar para comprar, imprima um da internet. Marque no mapa com uma caneta onde a casa de vocês está situada.

3 Com o mapa em mãos, converse com a garotada sobre os locais que costumam e gostam de frequentar, além daqueles que já
ouviram falar e gostariam muito de conhecer. Dê também algumas sugestões aos pequenos. Ainda que vocês morem em uma cidade bem pequena, há sempre pontos de referência (como praças, igrejas, lojas antigas, museus e centros culturais) que podem ser visitados. Há lugares que você nem imagina!

4 Antes de saírem para bater perna, converse com as crianças sobre os lugares selecionados. Se não conhecer algum, pesquise na internet. “Mostrar vídeos, contar histórias e  falar sobre a importância do local faz com que elas se envolvam mais com o projeto”, diz a psicóloga.

5 Conforme o papo for acontecendo, vá marcando no mapa os pontos que serão visitados. Peça a ajuda deles para recortar imagens de revistas. Use também adesivos, botões ou canetas coloridas para deixá-lo bem incrementado. A criatividade é bem-vinda!

6 Agora é o momento da logística: calcule quantos dias serão necessários para completar as visitas. É possível fazer o roteiro em dois dias? Três? Aonde vocês pretendem ir primeiro? Vá respondendo a essas perguntas com a participação dos pequenos. “O planejamento trabalha as chamadas funções executivas do cérebro, uma área que estimula a inteligência”, diz Mayra.

7 Discuta com eles a maneira de chegar até os locais. É melhor ir a pé, de transporte público, de carro ou de bicicleta? Aponte os caminhos que farão até chegar ao local. A partir dos 10 anos, eles conseguem debater sobre os planejamentos de ida e volta. Antes disso, podem ajudar com ideias de lugares ou pintando e decorando o mapa.


Para que o passeio seja nota 10:

■ Pesquise informações sobre os lugares (quando foi fundado, o que se faz nesse local, quem trabalha lá...). Tudo isso vai rechear
as conversas de vocês durante as visitas.

■ Deixar as coisas pela metade? Nem pensar! “Quando a criança se envolve com a produção de algo, o esforço dela precisa ser
reconhecido”, alerta a psicóloga. Ou seja, não deixem de fazer as visitas. Os pequenos estão ansiosos por isso!

■ No dia, atente para todos os detalhes. Quanto dinheiro será necessário levar? Pegou todos os documentos antes de sair? Passou protetor solar? Está levando água e comida suficiente?

■ Permita que eles interajam com as pessoas que trabalham ou frequentam o local – afinal, a intenção é explorar! E não se
esqueçam de tirar fotos para registrar os momentos. Depois, vocês podem montar um mural ou álbum para guardar de recordação.