AnaMaria
Família/Filhos / Reflexão

Padre Fábio de Melo emociona web ao refletir sobre os dias atuais: ''O mundo está pesado''

Padre Fábio de Melo deixou uma mensagem de fé e esperança para os seguidores

Da Redação Publicado em 09/12/2020, às 18h38 - Atualizado às 18h38

Padre Fábio de Melo compartilha bela reflexão na web - Instagram@pefabiodemelo
Padre Fábio de Melo compartilha bela reflexão na web - Instagram@pefabiodemelo

Padre Fábio de Melo usou as redes sociais, nesta quarta-feira (8), para compartilhar uma bela reflexão

No Instagram, o religioso falou sobre os tempos atuais e a forma como cada um enfrenta os dias difíceis.

 "O mundo está pesado. Uma espessa camada de tristeza está entre nós. Cada um reage a seu modo. Alguns estão agressivos, outros intolerantes, muitos estão deprimidos", escreveu ele na legenda.  

"É preciso construir esperanças, derramar nos espaços que habitamos uma poeira de amor e sentimentos positivos. Reze, reflita, medite, faça caridade, busque a riqueza espiritual", prosseguiu. 

Por fim, padre Fábio concluiu: "Não dê ao ódio o transporte de seu corpo. Barre-o com sua decisão de conduzir a bondade. Curamos o mundo quando curamos o nosso coração."

Nos comentários, muitos internautas se identificaram com as palavras do pároco e deixaram inúmeras mensagens.

"Palavras sábias! Estou me sentindo assim mesmo, nem dá pra se distrair nas redes, só tristeza!", disse uma seguidora. "A humanidade está num momento muito difícil, bem complicado lidar com toda essa pressão do mundo! Ainda bem que tenho você para acalmar a minha alma nos piores momentos", comentou outra. "Somente o amor de Deus pode nos confortar e nos iluminar diante dessa escuridão", completou uma terceira.

ANSIEDADE

Recentemente, o padre Fábio de Melo participou do programa 'É de Casa', da TV Globo. Na ocasião, o sacerdote aproveitou para desabafar sobre a forma que ele tem enfrentado a ansiedade em tempos de pandemia. 

"No primeiro momento, eu sentia que precisava ter uma meta de futuro, que incluísse dois ou três dias. Ela não podia se estender muito mais. A medida que o tempo foi passando, a ansiedade foi aumentando e comecei a fazer uma regra mais justa. Eu programava um dia de cada vez. Chegou um momento que a minha ansiedade ficou tão grande que não tinha condições de programar o dia todo. Fui cada vez mais justo e condescende comigo", explicou.

Na sequência, ele ainda falou sobre a influência do tempo nas crises de ansiedade:

"Não é hora de programar um futuro muito longe. Então, se não tenho condição de programa o dia todo, vou programar só a manhã. [...] Há dias que programo de hora em hora. Eu me dou esse direito. O tempo é um fator que provoca muita ansiedade em nós. Ou porque estamos muito no que passou ou porque estamos preocupados com o que virá".