familiafilhos   / Preparação

Qual a idade aconselhável para planejar a aposentadoria? Especialista explica

Especialista explica a partir de que idade é aconselhável planejar a aposentadoria

Da Redação Publicado sábado 26 outubro, 2019

Especialista explica a partir de que idade é aconselhável planejar a aposentadoria
Quanto antes começar a preparação para essa fase da vida, mais fácil será conseguir uma aposentadoria confortável - Banco de Imagem/Getty Images

“Tenho uma filha de 16 anos e estou pensando em começar a contribuir para a previdência dela. Seria uma boa escolha ou deveria fazer outra aplicação?” M. T., por e-mail.

Quanto antes começar a preparação para essa fase da vida, mais fácil será conseguir uma aposentadoria confortável, já que o esforço poderá ser diluído ao longo de vários anos. É interessante, sim, começar uma Previdência desde já, mas a melhor opção depende de alguns fatores. 

Caso se refira à Previdência Social (INSS), há pontos positivos e negativos a considerar. A Previdência pública tem a vantagem de ser vitalícia, além de assegurar o trabalhador também em caso de invalidez. 

Apesar disso, como há cada vez mais brasileiros aposentados e cada vez menos trabalhadores contribuindo, o sistema previdenciário atual corre o risco de entrar em colapso se não houver mudanças. E as regras para a aposentadoria social devem ser endurecidas num futuro próximo com o andamento da reforma da Previdência. 

Por isso, fazer uma preparação por conta própria além do INSS é essencial. A Previdência privada pode ser uma boa ideia, mas só se você pensar em investimentos com duração superior a dez anos. Do contrário, as taxas e impostos cobrados prejudicam o rendimento. 

Se há possibilidade de sua filha resgatar o dinheiro antes desse período, há outras opções de baixo risco para o médio prazo, como o Tesouro Direto IPCA+, que paga uma taxa de juros anual acrescida da inflação do período, garantindo que o dinheiro aplicado tenha um rendimento real. 

Outra sugestão são os CDB, CDI e LC de bancos pequenos, que costumam oferecer boas remunerações para os títulos com vencimento mais longo. Pesquise e escolha a que mais se encaixa nos seus planos e orçamento. Envolva sua filha no processo de decisão, para que ela comece a lidar com questões de educação financeira desde já!

MARCELA KAWAUTI aprendeu economia na graduação da Universidade de São Paulo e no mestrado da Fundação Getúlio Vargas, além de ter mais de dez anos de experiência. É economista-chefe do SPC Brasil e colaboradora do portal de Educação Financeira Meu Bolso Feliz.

Último acesso: 19 Apr 2021 - 06:31:27 (1083598).