AnaMaria

Sono tranquilo desde sempre

Bebês precisam dormir bem para crescer com saúde. Se em casa a coisa está feia, leia essa matéria e siga as nossas dicas!

Redação Publicado em 20/07/2018, às 14h00 - Atualizado em 07/08/2019, às 17h46

Sono tranquilo desde sempre - Shutterstock
Sono tranquilo desde sempre - Shutterstock

Além de dar um respiro para os papais descansarem, a criança que tem um sono tranquilo cresce mais saudável e feliz. “Dormir mal frequentemente traz uma série de problemas, porque o sono não é só um momento de descanso para o corpo e para a cabeça. Enquanto dormimos, ocorrem vários processos metabólicos importantes para o organismo”, diz a pediatra Mônica de Cássia Firmida, professora da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj). Como essa é uma das principais reclamações dos pais, fomos atrás de respostas para seu filho dormir como um anjinho:

SINAL VERDE
> Incentive a criança a escolher um objeto – por exemplo, um ursinho – que será sua companhia durante o sono. Isso a deixará mais segura à noite.

> Crie uma rotina tranquila na hora de dormir. Conte histórias agradáveis para ajudar o pequeno a relaxar, e nada de deixá-lo ver
televisão. As luzes podem agitá-lo.

> Deixe uma luz bem fraca acesa no corredor se a criança se mostrar insegura em relação ao escuro.

> Se ele quiser ir para a sua cama à noite, veja se ele teve pesadelo ou se está doente. Caso contrário, acalme-o, mas deixe-o na cama dele.

> Certifique-se de que ele esteja bem alimentado. Ninguém consegue dormir bem de barriga vazia, né?

> Mesmo durante o soninho da tarde, deixe a janela do quarto aberta para a criança diferenciar o dia da noite.

> Será que ele está sequinho?
Se o bebê estiver chorando muito sem motivo aparente, uma das primeiras atitudes é dar uma conferida na fralda. É natural que o bebê reclame desta situação. Sentir-se molhado incomoda mesmo, principalmente se já estiver com assaduras. A mamãe aprende
logo a perceber o recado do filho, que vem através de um choro irritado, como um resmungo. É o típico chorinho de desconforto!

SINAL VERMELHO
> Nada de niná-lo no colo. O correto é colocá-lo na cama ou no berço e cantarolar durante uns 15 minutos.

> Andar com a criança pela casa, seja no carrinho de bebê ou no bebê-conforto.

> Passear de carro para a criança dormir. Essa é uma grande cilada!

> Oferecer mamadeira ou colocá-lo no peito a cada choramingo.

> Abraçar o bebê até ele pegar no sono. Deixe o quarto quando ele estiver sonolento, mas acordado. Assim, percebe que está sozinho e não se assusta no meio da noite.

Uma boa noite de sono pode evitar...

> Problemas na escola
Se não dormir direito, a criança com certeza terá dificuldade para se concentrar no dia seguinte. Isso diminui sua capacidade para
criar e aprender coisas novas, especialmente as matérias na escola.

> Ataques de birra
Além da dificuldade de se concentrar nas atividades diárias, a criança que dorme pouco e mal pode se irritar com mais facilidade.

> Crescimento reduzido
Crianças produzem mais hormônio do crescimento (GH) do que adultos. O pico de produção ocorre durante a fase de sono profundo.

> Obesidade
Estudos mostram que quem dorme menos do que o necessário costuma comer mais e consumir maior quantidade de alimentos calóricos. A leptina é um hormônio importante para a sensação de saciedade, e à noite nosso organismo produz de 20 a 40% mais leptina do que de dia.

> Diabetes
Durante as horas de descanso noturno, o pâncreas libera insulina, hormônio que retira o açúcar do sangue. “A falta de sono inibe sua produção e eleva a quantidade de cortisol, hormônio que tem o efeito contrário”, explica a professora da Uerj.

Vale a pena o sacrifício!
Ter horário para dormir não é capricho, é uma questão de saúde! E nada de passar horas explicando isso. O melhor é seguir um ritualzinho. Depois do jantar, apague as luzes e leve-o para escovar os dentes. Conte uma história e fique um pouquinho com ele na cama. É claro que a criança não vai aprender a dormir do dia para a noite. Mas seja forte e repita tudo por alguns dias. Em pouco tempo, ela terá o sono de um anjinho.

Fique atenta se...
... seu filho ronca muito
“Ele pode estar com as vias respiratórias altas entupidas. Isso é provocado por rinite, hipertrofia de adenoides ou das amígdalas. Cuidado, pois esse tipo de obstrução é uma das principais causas de apneia do sono”, explica a pediatra.

... vive sonolento de dia
Segundo a professora da Uerj, há muitos problemas de sono em crianças, e eles não estão ligados apenas à quantidade de horas dormidas, mas, principalmente, à qualidade do descanso. “Muitas vezes, é difícil os pais testemunharem os problemas do sono ou estabelecerem alguma relação entre eles e queixas diversas, como dificuldade de aprendizado, distúrbios emocionais, como
ansiedade, e questões físicas, como obesidade e diabetes”, explica a especialista. O fundamental é estar atenta ao seu filho e saber que o sono pode estar relacionado a essas alterações. E, se tiver qualquer suspeita, procure o médico.