AnaMaria
Família/Filhos / Pequenos

Veganismo e crianças: é possível oferecer refeições sem proteína animal às crianças?

Livro amplia a forma de pensar a alimentação infantil com um cardápio vegano apetitoso e prático

Karla Precioso Publicado em 10/10/2020, às 14h30

alimentação infantil não necessita centrar-se na carne, no peixe ou nos laticínios - vikvarga/Pixabay
alimentação infantil não necessita centrar-se na carne, no peixe ou nos laticínios - vikvarga/Pixabay

Quando pensamos em dieta vegana, milhões de dúvidas vêm à cabeça. E quando falamos neste tipo de alimentação para bebês e crianças, incertezas, mitos e preconceitos se multiplicam. 

Para ajudar pais e mães que optam por um cardápio nutricional para seus filhos, a Editora Alaúde lança o primeiro livro sobre alimentação vegana para crianças. A obra Cozinha vegana para bebês e crianças, da jornalista e entusiasta da alimentação vegana, Gabriela Oliveira, reúne 150 receitas nutritivas e que podem ser preparadas de forma prática e rápida para incentivar as crianças a provar novos alimentos (a obra apresenta menus diários para cada fase do desenvolvimento infantil). 

A AnaMaria traz três pratos sem produtos de origem animal extraídos da publicação. A família toda vai poder se deliciar…

ALIMENTAÇÃO VEGANA NA INFÂNCIA? 
É possível oferecer refeições veganas às crianças, corretamente planejadas, desde os primeiros meses de vida, com benefícios para a saúde e o desenvolvimento delas. A alimentação infantil não necessita centrar-se na carne, no peixe ou nos laticínios. Quando há à disposição uma variedade grande de vegetais, leguminosas, sementes e outros alimentos valiosos de origem vegetal, dá para preparar cardápios completos e adequados às necessidades dos pequenos. Na verdade, todos os bebês iniciam a diversificação alimentar com refeições à base de legumes, frutas e cereais.

AS VANTAGENS 
André Freitas, nutricionista do Centro Universitário Nossa Senhora do Patrocínio (Ceunsp), acredita ser possível uma criança ter um desenvolvimento saudável com base em uma dieta vegana, que proporciona um excelente consumo de fibras e vitaminas antioxidantes. O nutricionista aponta outro fator benéfico: “Ao se consumir alimentos vegetais em maior quantidade, é possível diminuir o consumo de alimentos processados, altamente ricos em gorduras, açúcar e sal”. 

Um artigo publicado em 2016 pela Academia de Nutrição e Dietética endossou a dieta vegana para qualquer idade, afirmando que ela é saudável, adequada nutricionalmente e benéfica, de modo geral. Vale lembrar também que, por trás de uma dieta vegana, está uma preocupação com os animais, algo que pode ser ensinado para a criança desde cedo, por meio da adoção de estilos de vida mais saudáveis.

CONTROLE NUTRICIONAL 
Apesar das vantagens, pais que queiram inserir esse estilo na vida do filho precisam ficar atentos a algumas ações importantes para que a criança não sofra com deficiências nutricionais: 

É imprescindível procurar um nutricionista para que ele faça um cardápio adequado para a criança. Não esqueça também de fazer acompanhamento com o pediatra para saber se ela está crescendo de modo adequado e se desenvolvendo bem. 
Ofereça uma boa variedade de alimentos, de modo equilibrado, para que a criança tenha todos os nutrientes de que necessita, principalmente ferro, cálcio, zinco e proteínas.

PURÊ DE BATATA-DOCE E CHUCHU
Rico em vitaminas A, E, C e do complexo B, cálcio e ferro.

Ingredientes 
1 batata-doce 
½ chuchu
1 colher (café) de azeite 

Modo de Preparo 
Corte a batata em fatias e o chuchu em pedacinhos. Leve ao fogo com pouca água. Retire do fogo e junte o azeite. Triture no processador até obter um creme aveludado ou amasse com um garfo. Se necessário, junte 1 colher (sopa) do cozimento ou de água fervida para obter a consistência desejada. Sirva ou guarde na geladeira por até dois dias. Pode congelar por até um mês. 

JARDINEIRA DE TOFU COM BATATA-DOCE 
Tem proteína, caroteno, vitamina A, ferro, fósforo e zinco.

Ingredientes
1 cebola picada
2 dentes de alho picados 
1 tomate maduro picado
1 cenoura em rodelas finas
2 batatas-doces em cubinhos
½ xícara (chá) de vagem em cubinhos 
½ xícara (chá) de ervilhas congeladas 
2 ramos de coentro
1 folha de louro
1 xícara (chá) de tofu salteado
Páprica doce, manjericão em pó, azeite e sal (para criança acima de 12 meses) a gosto

Modo de Preparo 
Em uma panela com um fio de azeite, refogue a cebola e o alho. Junte o tomate e a cenoura e salteie até ficarem macios. Adicione a batata-doce, as ervilhas, a vagem, 1 ramo de coentro e o louro. Acrescente 1 xícara (chá) de água e tempere com a páprica, o manjericão e o sal. Tampe e cozinhe por cerca de 15 minutos. Misture o tofu e o coentro picado restante e regue com um fio de azeite. Sirva quente.

PALHA ITALIANA 
Repleta de carboidratos, cálcio, ferro, proteínas e antioxidantes.

Ingredientes
80 g de chocolate amargo
3 colheres (sopa) de óleo de coco
200 g de biscoitos sem açúcar picados grosseiramente 
½ xícara (chá) de amêndoas ou avelãs torradas e picadas
½ banana madura amassada ou 1 colher (sopa) de linhaça moída com 2 colheres (sopa) de água quente.

Modo de Preparo 
Derreta o chocolate com o óleo de coco em banho-maria. Numa vasilha, misture o biscoito, a amêndoa e o chocolate derretido. Junte a banana ou a linhaça para adoçar e dar mais umidade. Misture e deixe descansar por alguns minutos. Molde as bolinhas, pressionando para que fiquem firmes. Insira pauzinhos de pirulito e guarde na geladeira até servir.