familiafilhos   / Animal de estimação

Veterinária dá 6 dicas para manter o pet no peso ideal

Veja 6 dicas para manter o pet no peso ideal e livre de problemas de saúde

Da Redação Publicado segunda 11 novembro, 2019

Veja 6 dicas para manter o pet no peso ideal e livre de problemas de saúde
Oferecer uma alimentação balanceada é primordial para a saúde do animal - Banco de Imagem/Getty Images

Muitos tutores encaram o excesso de peso de seus pets como algo fofinho ou apenas sinal de uma boa alimentação. No entanto, precisamos ficar alertas sobre essa questão. 

A obesidade em cães pode causar problemas típicos dos humanos, como o aumento de colesterol, a elevação da pressão sanguínea, a possibilidade de diabetes e até dores articulares. 

Além disso, o bichinho pode se tornar sedentário e isso faz com que ele viva mal e, muitas vezes, por menos tempo. 

Para evitar o surgimento desses quadros prejudiciais são necessários alguns cuidados, que não podem ser deixados de lado. 

Nathalia Balharte, veterinária da ComportPet, conversou com AnaMaria Digital e reforçou que é essencial ter a atenção redobrada sobre o peso do animal

Confira dicas para manter o pet com o ponteiro certo na balança!

LEVE O ANIMAL AO VETERINÁRIO
O principal passo que deve ser tomado é levá-lo regularmente ao veterinário para fazer acompanhamentos de rotina. As consultas ajudam na prevenção de diversos problema de saúde que o pet possa ter, não somente no tratamos do excesso de peso. 

“Dificuldade ao andar, falta de fôlego, movimentação lenta e perda de cintura são alguns sintomas que podem ser observados em cães que desenvolvem a obesidade. Vale destacar que o peso ideal do cachorro varia de acordo com o tamanho e a raça, e o veterinário saberá dizer com precisão se o pet está ou não acima do peso”, explica Balharte.

FAÇA EXERCÍCIOS
Passeios longos e diários são de extrema importância para a saúde do cão. A falta de tempo hoje em dia não é um empecilho, pois é possível contratar um profissional apenas para caminhar  com o animal. 

O dinheiro investido não será nada comparado ao bem-estar que essas atividades irão causar. Além de ajudar com que ele se mantenha saudável, sair para caminhar faz com que o animal fique mais desestressado.

MANTENHA UMA ALIMENTAÇÃO REGRADA
Oferecer uma alimentação balanceada, de boa qualidade e na quantidade correta é primordial, além de necessário. Muitos tutores pensam que não tem problema dar a mesma comida das pessoas para os cães, mas esses alimentos são cheios de temperos e carboidratos, que fazem mal aos bichinhos.

“Se o tutor tiver essa vontade de alimentar o pet com outra coisa que não seja ração, ele precisa fazer uma pesquisa extensa sobre o que o cão pode ou não comer, e fazer essa comida somente na água, sem sal, óleo ou qualquer outro condimento”, recomenda. 

ESTIPULE HORÁRIOS PARA DAR COMIDA
Alimentar o cão em horários diferenciados, sem um padrão, também interfere no peso do animal. É imprescindível que ele tenha um horário exato para o almoço e para o jantar, com a quantidade de alimento adequada nesses dois horários.

“É necessário que a comida não fique exposta durante todo o dia. Alguns animais não sabem dosar a quantidade de alimento e comem mais do que deveriam, o que só influencia no excesso de peso”, explica a veterinária.

SONO E DESCANSO DE QUALIDADE
Pode parecer bobagem, mas um sono bom e de qualidade é extremamente importante para um cãozinho. Se eles não dormem direito, acabam ficando estressados e cansados, o que faz com que não sintam disposição o suficiente para sair para caminhar ou brincar. 

Além disso, esse estresse pode fazer com que o pet acabe comendo ainda mais, principalmente se o tutor deixar a comida exposta para ele durante todo o dia. 

ESTIMULE COM BRINQUEDOS PARA ANIMAIS
A melhor dica para estimular o bichinho a se movimentar são os brinquedos, que os animam e, além de evitar a obesidade e o sedentarismo, evitam que os pets adquiram hábitos incorretos quando estão entediados.

“O truque é usar bolinhas com ração dentro, uma garrafa com brinquedo ou até mesmo uma caixa de papelão com furos e um brinquedo. Isso vai estimular a curiosidade e o interesse do animal”, conclui.

Último acesso: 01 Aug 2021 - 10:44:50 (1086195).