AnaMaria
Famosos / Tenso!

‘‘A barriga não era minha, era do Mick’’, desabafa Luciana Gimenez sobre gravidez de Lucas Jagger

Apresentadora revelou que sofria grande assédio da mídia devido ao astro do The Rolling Stones

Da Redação Publicado em 24/10/2021, às 11h51 - Atualizado às 11h52

Filho da apresentadora com o cantor nasceu em maio de 1999 - Instagram/@lucianagimenez
Filho da apresentadora com o cantor nasceu em maio de 1999 - Instagram/@lucianagimenez

Luciana Gimenezafirmou, em entrevista ao Venus Podcast, divulgada na última sexta-feira (22), que a gravidez de Lucas Jagger foi um dos momentos mais difíceis da sua vida. Segundo a apresentadora, o assédio da mídia mundial foi enorme na época, fazendo com que ela perdesse sua identidade para se tornar a ‘mãe do filho do Mick Jagger’. 

Sobre as gestações de Lucas e Lorenzo, de 22 e 10 anos de idade, Luciana desabafou: “Biologicamente, foram boas. Eu não tive nenhum problema de grávida. Tive meus dois filhos de parto normal, dancei carnaval, andei a cavalo… Mas, como paz, eu não tive paz em nenhuma das duas. Foram duas épocas bastante difíceis da minha vida”.

Um dos seus principais incômodos na época foram os julgamentos, sempre relacionados ao astro do The Rolling Stones. “A gravidez do Lucas foi muito desafiadora, foi bem difícil. As pessoas julgam muito, não me deixavam em paz, queriam se meter na minha vida…” 

“A barriga não era minha, era do Mick. Foi um negócio que se confundiu muito e foi bem difícil. Eu estava bem sozinha, então não foi fácil”, continuou. Vale lembrar que a apresentadora teve que recorrer à Justiça norte-americana para que o vocalista assumisse a paternidade. 

LONGE DA MÍDIA

Com isso, somados à questões de baixa autoestima, Gimenez passou a se afastar da mídia durante a gravidez. O mesmo aconteceu após o nascimento de Lucas, quando ela decidiu manter o primogênito fora dos holofotes o quanto pudesse. 

“Eu era muito nova quando eu tive o Lucas e foi uma perseguição mundial muito grande. Então, eu acho que a minha reação de mãe foi protegê-lo (...) Na época, eu não queria expor. Eu achei que ele ficaria melhor protegido”, explicou. 

Essa discrição incluia a ausência do filho em qualquer tipo de publicidade e comerciais, que costumavam estar sempre relacionados à figura de Mick Jagger. “Nunca ganhei dinheiro com ele, nunca foi uma ideia minha. Acho que, quanto mais ofereciam, menos eu queria fazer. Eu achava que filho não era moeda de troca para nada, então eu me sentia até ofendida quando ofereciam”. 

Confira: