AnaMaria
Famosos / Eita!

‘A Fazenda 13’: Equipe de Nego do Borel afirma que ele sofreu racismo estrutural

Cantor foi apontado como o primeiro eliminado pelos peões

Da Redação Publicado em 20/09/2021, às 12h37 - Atualizado às 12h40

Nego do Borel - Record TV
Nego do Borel - Record TV

Nego do Borel se tornou um possível indicado para a primeira roça, devido aos acontecimentos dos últimos dias. O cantor se envolveu em brigas e foi acusado de assédio com Dayane Mello, na tentativa de beijar a modelo.

Após tudo isso, a assessoria do funkeiro emitiu uma nota afirmando que Nego está sofrendo racismo estrutural dentro e fora do reality. 

“Mais uma vez o racismo estrutural que temos no Brasil é escancarado. Mais uma vez nós vemos que uma pessoa negra não tem sequer o direito de errar, como todo mundo faz. Até o momento, o que vimos, é parte da sociedade julgando e condenando por coisas que não aconteceram”, começou. 

Na sequência, o comunicado fala sobre o cancelamento nas redes sociais. “O linchamento virtual contra o Nego mostra que ninguém está disposto a ouvir um homem negro que veio da favela. Essa 'Era do cancelamento', que já fez com que outras pessoas negras em realitys fossem massacradas, é implacável e muito prejudicial."

Na nota, afirmam também, que Dayane Melo disse que não houve assédio. Aproveitaram para ressaltar que  o cantor já admitiu e se desculpou por outros erros. “Entretanto, a sociedade nunca está pronta para ouvir e dar oportunidade a uma pessoa negra. Até quando esse racismo estrutural irá existir? Até quando só pessoas brancas terão o direito de errar? Até quando uma nova chance será seletiva pela cor da pele?", finalizou.

POLÊMICO
Vale ressaltar, que Nego foi indiciado por lesão corporal contra a ex-namorada, Duda Reis, já confinado no reality. A própria modelo confirmou a informação e a defesa de Nego do Borel também se manifestou.

Em nota, afirmaram que ele não foi indiciado por agressão. "Ele foi indiciado por lesão corporal devido a perturbações psíquicas, segundo a autoridade policial, e não por agressão física, como à primeira vista parece”.

Além disso, também disseram que provarão a inocência do cantor. “Com relação ao indiciamento pela lesão corporal cumpre dizer que o fato é extremamente subjetivo, já que considerou perturbações psicológicas, e é só questão de tempo para o Leno também provar sua inocência, pois carece de comprovação fática a qual não se sustentará no processo penal.”, completou.