AnaMaria
Famosos / Tristeza!

Abusada por motorista na infância, Shantal Verdelho revela medo de uber e táxi: ''Suando frio''

Shantal contou que o episódio aconteceu quando tinha apenas 7 anos

Da Redação Publicado em 09/11/2021, às 13h56 - Atualizado às 13h56

Shantal Verdelho carrega traumas da infância - Instagram/@shantal
Shantal Verdelho carrega traumas da infância - Instagram/@shantal

Shantal Verdelho comoveu os seguidores, na última segunda-feira (8), ao fazer um relato para lá de intimista em suas redes sociais. Acontece que a influenciadora digital revelou que tem medo de usar qualquer tipo de aplicativo de viagem, como uber e táxi, pelo fato de já ter sido abusada sexualmente aos 7 anos de idade. 

Via Stories, Shantal publicou uma foto sentada no banco de trás de um carro e deu início ao desabafo: "Olha como os traumas ficam na gente, né… Eu contei que fui abusada por um motorista que nos levava para a escola quando eu tinha 7 anos, e foram várias coisas até eu ter coragem de contar para a minha mãe'.

"Até hoje quando tenho que andar de uber, táxi ou afins eu fico suando frio com medo dele fazer algo comigo”, entregou.

Em seguida, ela disse que o apoio e compreensão de sua mãe, na época, foram essenciais: "Graças a Deus ela acreditou em mim e botou o cara para correr [...] Não tem uma vez que eu entro num carro e não fico com medo". 

Por fim, Shantal fez um pedido aos pais que a seguem: "Por isso, queria dizer a vocês: sempre acreditem em suas crianças, sempre. Porque carregar isso a vida inteira é duro e se manifesta de várias formas". 

A HISTÓRIA SE REPETE
Outra famosa que passou por uma situação semelhante à de Shantal foi Luana Piovani. Durante um bate-papo com Julia Pinheiro, a atriz, que está morando em Portugual, contou detalhes de um abuso sexual que sofreu e explicou que a experiência dificultou a sua comunicação com os filhos.

"Foi na minha infância em Jaboticabal. Fui molestada sexualmente. É um assunto que ainda hoje tenho dificuldade de falar. Tenho dificuldade de falar de sexo com os meus filhos, apesar de jpa ter iniciado por conta da minha lembrança"

A loira relatou que o abusador era um vizinho: "Pelos dados que temos, sabemos que grande parte das crianças acaba sendo molestada por pessoas muito próximas da família. Foi isso que acomteceu comigo. Não era ninguém da minha família, mas era o meu vizinho". 

Para finalizar, a artista afirmou que nunca conversou com a família a respeito do acontecimento e ressaltou que a mãe soube disso por meio da TV. 

"Eu tinha uns sete anos e sabia que tinha alguma coisa errada porque isso nunca tinha acontecido comigo. Mas ao mesmo tempo, não tinha sido um assunto que eu tinha tido com os meus pais. Não sabia como chegar e dizer aquilo. Eu nem sabia exatamente o que tinha acontecido. Só tinha a sensação estranha. Isso não acarretou nenhum trauma e por isso nunca contei para a minha mãe. Ela soube durante uma entrevista para a Xuxa. O programa acabou e ela me ligou espumando, querendo saber que vizinho era aquele. Fiz terapia durante anos e nunca coloquei isso em pauta. Nunca falei muito de sexo na minha análise".