AnaMaria
Famosos / Ator processado

Alec Baldwin é processado por família de diretora morta em gravações de filme

Alec Baldwin está sendo processado pela família da diretora Halyna Hutchuns, baleada e morta nas gravações do filme “Rust”

Da Redação Publicado em 16/02/2022, às 12h18

Alec Baldwin é processado pela família de diretora morta por ele em set de filmagem. - Instagram / @alecbaldwininsta
Alec Baldwin é processado pela família de diretora morta por ele em set de filmagem. - Instagram / @alecbaldwininsta

A família da diretora de fotografia Halyna Hutchuns, baleada e morta acidentalmente por Alec Baldwin no set do filme ‘Rust’, anunciou que está processando o ator e produtor do longa-metragem.

Entre as alegações, Brian Panish, que representa o marido e o filho de Halyna, chegou a questionar o que ele chamou de “comportamento perigoso" do ator nas gravações do filme.

Para a família, as medidas tomadas por Baldwin para cortar os custos da produção teriam culminado na morte da diretora de fotografia. O advogado, inclusive, questionou o fato de não haver uma arma falsa no set de filmagens, além de não ter ninguém qualificado para manusear uma arma de fogo durante as gravações. O advogado ainda citou uma lista de “pelo menos 15 critérios” que são seguidos pela indústria cinematográfica, mas que foram totalmente ignorados na produção de “Rust”. 

Referente a indenização, Brian afirmou que “seria uma quantia substancial”, e finalizou lamentando o fato de a equipe não estar trabalhando na época com os equipamentos adequados para evitar qualquer tipo de acidente.

Esse processo soma-se a outros que já vêm sendo abertos contra o ator e a produção do filme. Nos últimos meses, o chefe de iluminação, Serge Svetnoy, e Hannah Gutierrez-Reed também apresentaram queixas contra a produção, Baldwin e o armeiro do filme [a pessoa responsável por lidar com as armas do set] por negligência.

RELEMBRANDO O OCORRIDO

Na ocasião, o ator Alec Baldwin, manuseava uma arma de fogo durante um ensaio no set de gravações do “Rust” que acontecia em Santa Fé, Novo México (EUA). Por acidente, ele acabou disparando a arma que portava em direção da diretora de fotografia Halyna Hutchins, que trabalhava com ele na cena. O correto seria a arma conter apenas balas de festim, mas ela estava carregada com munição real, o que feriu mortalmente a diretora.

O acidente aconteceu em 21 de outubro de 2021 e, até o momento, ninguém foi preso. As autoridades locais ainda estão investigando o caso para descobrir como a munição de verdade foi parar no cenário, algo proibido. 

Em uma entrevista ao canal norte-americano ABC, Baldwin alegou não se sentir culpado ou responsável pela morte da colega, pois disse que, na ocasião, a própria diretora havia solicitado que ele apontasse a arma em sua direção, sem imaginar que havia ali uma bala real.

CASO SEMELHANTE

Outro caso de morte acidental aconteceu no filme “O Corvo” (1993) quando, durante as filmagens, o ator Brandon Lee foi baleado com uma Magnum.44. Famoso por ser filho do também ator Bruce Lee, Brandon morreu no hospital 12 horas depois.

Após o acidente, foi constatado que havia duas balas de verdade esquecidas na arma usada pelo ator Michael Massee para atirar em Lee.