AnaMaria
Famosos / Eita!

Andressa Urach diz que cobrava caro para dormir com alguém: ''Anitta dá de graça mesmo''

Após ser criticada pelos fãs da cantora, a modelo detonou nas redes sociais

Da Redação Publicado em 17/08/2021, às 21h11 - Atualizado às 21h11

Andressa Urach respondeu fãs de Anitta nas redes sociais - Reprodução/ Instagram
Andressa Urach respondeu fãs de Anitta nas redes sociais - Reprodução/ Instagram

Que Andressa Urach não tem papas na língua, isso não é novidade. Entretanto, após detonar Anitta por conta de divergências políticas, a modelo voltou a falar da cantora ao rebater as críticas que recebeu dos fãs da voz de 'Girl From Rio', que mencionaram seu passado como garota de programa. 

Nos Stories de seu perfil oficial no Instagram, a loira alfinetou: “A diferença minha e da Anitta é que: eu era macumbeira, ela ainda é. Eu cobrava caro para dormir com alguém. Já ela dá de graça mesmo”. 

E Urach não parou por aí! Ela afirmou que assumiu os erros do passado e que torce para que a cantora se converta. "Anitta não é melhor que ninguém porque tem fama e dinheiro, meu amor. Isso eu já tive muito. E você só sabe do meu passado porque eu fui mulher suficiente para assumir as porcarias que eu fiz e me arrependo, sim. Se você conhecesse Jesus, saberia que ele já me perdoou. Torço muito para que Anitta se converta a Jesus", disparou.

DEFENDEU BOLSONARO
Andressa Urach defendeu o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) mais uma vez, em suas redes sociais, no último domingo (15). Pelos Stories do Instagram, ela comentou que a cantora Anitta foi desrespeitosa com o político e merecia ser processada por difamação.

"Gente, quando falei dar um biscoitinho pra Anitta, eu falei porque estava revoltada de ver ela ofendendo o presidente, achei isso uma falta de respeito, acho que ele tinha que processar ela. Não é por ser uma pessoa pública que ela pode ficar falando o que bem entende, ainda mais ofendendo da maneira que foi ofendido", explicou ela.

Na sequência, a loira garantiu que Bolsonaro não é o monstro que todos o acusam de ser. “Acho que o que está acontecendo com o presidente é um absurdo. É muito feio as pessoas ofenderem. Acho que ele deveria processar todo mundo que o chama de genocida. Acho isso um absurdo porque as pessoas não sabem o que estão falando", concluiu.