AnaMaria
Facebook AnaMariaTwitter AnaMariaInstagram AnaMariaSpotify AnaMaria

Anitta afirmou já ter recebido proposta de desvio de dinheiro público por meio de seu cachê

A cantora Anitta recusou o sistema que é utilizado por sertanejos com cachês astronômicos

Da Redação Publicado em 05/06/2022, às 08h34

Anitta já recebeu proposta de desvio de cachê - Instagram/@anitta
Anitta já recebeu proposta de desvio de cachê - Instagram/@anitta

Anitta comentou sobre a ‘CPI do sertanejo’ e confirmou já ter recebido propostas de desvio de verba, segundo o jornal Folha de São Paulo.

“Eu já recebi propostas, eu e meu irmão. 'Você cobra tanto, aí eu vou e pego um pedaço.' Eu falei não”, disse ela em trecho de entrevista ao Fantástico que vai ao ar neste domingo (5). O trecho foi exibido no último sábado (4), no Jornal Nacional.

A série de investigações sobre os desvios realizados por cantores de sertanejo, pagos com verbas de prefeituras, já monitora casos em Roraima, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Mato Grosso, de acordo com o jornal.

Um dos casos que estourou, na semana passada, foi o de Gusttavo Lima, que receberia um cachê de mais de R$ 1 milhão por se apresentar na cidade de Conceição do Mato Dentro (MG). A quantia astronômica deveria ser destinada às áreas da saúde, educação, ambiente e infraestrutura.

Atualmente, 29 cidades são investigadas pelo Ministério Público e, entre os artistas com cachês suspeitos, estão Gusttavo Lima, Wesley Safadão e Xand Avião.

INVESTIGAÇÕES

Gusttavo Lima tem sido um dos nomes mais comentados nos últimos dias. Isso porque o cantor está atrelado a uma polêmica envolvendo os cofres públicos e os cachês milionários de seus shows. A pressão tem sido tanta que, na última segunda-feira (30), o sertanejo fez uma live em seu Instagram.

O choro durante o desabafo não veio à toa, afinal, Gusttavo pode ser punido seriamente, ficando de dois a oito anos sem fazer shows com cachê de verba pública. As consequências vão depender da investigação que o Ministério Público está realizando em alguns estados do Brasil.

O MP quer saber por que as prefeituras contratam o mesmo serviço — show de Gusttavo Lima — por quantias distintas. Por outro lado, um artista pode ser contratado sem licitação, pois é o único a oferecer o próprio serviço.

Caso o cantor seja condenado, é possível que se burle o que foi estipulado. Afinal, basta que uma empresa ofereça o show do sertanejo para as prefeituras do Brasil. Contudo, a condenação, de fato, de Gusttavo Lima é uma hipótese longinqua. 

Advogados do meio acreditam que dificilmente o artista será condenado, principalmente por ter relevância nacional e contar com apoio político no país.

{# Taboola Newsroom #}