AnaMaria
Famosos / Arrasou!

Anitta é anunciada como uma das atrações do Ano Novo de Nova York

A cantora comemorou a apresentação em suas redes sociais

Da Redação Publicado em 27/12/2020, às 17h07 - Atualizado às 17h07

A funkeira lançou uma série documental no Netflix recentemente - Instagram/@anitta
A funkeira lançou uma série documental no Netflix recentemente - Instagram/@anitta

Anittafoi uma das escolhidas para as apresentações de Ano Novo em Nova York, nos Estados Unidos. A cantora comemorou o anúncio da novidade em suas redes sociais, no último sábado (26).

O ¡Feliz 2021!, especial de fim de ano da Univision, terá a performance da brasileira, que será transmitido diretamente da Times Square.

"Oi, galera, sim é verdade! Meu Réveillon será na Times Square, em Nova York! A gente não confirmou antes porque tinha muita burocracia para resolver, mas agora está tudo certo. Exames feitos, tudo maravilhoso. Vai ser diferente, óbvio, por conta da Covid. Vai ser televisionado e é isso. Só felicidade!", contou ela em seus Stories no Instagram.

O evento será fechado ao público devido a disseminação do novo coronavírus e contará com a presença de Pitbull, Gloria Gaynor e Andra Ray.

MEDO NA CARREIRA 
Anitta admitiu, em entrevista para a revista britânica 'Fault', que tem medo de mudar seu caráter e personalidade no momento da carreira em que está tornando-se cada vez mais conhecida fora do país.

Aproveitando o sucesso da música ‘Me Gusta’, lançada em parceria com as estrelas internacionais Cardi B e Myke Towers, a cantora abriu o coração e falou qual o seu maior pavor em relação a sua trajetória profissional.  

"É de mudar a mim mesma, de mudar por causa das pessoas. Tenho muito medo do tamanho da minha carreira e de quão grande tudo se tornou. Tenho muito medo de que isso mude meu caráter ou minha personalidade, quem eu sou", disse.

Na sequência, a artista afirmou que se pudesse dar um conselho a si mesma no início da carreira, diria para "não confiar tanto nas pessoas": "Eu tenho essa inocência de acreditar nas pessoas e achar que elas vão ser boas só porque eu sou boa com elas".