AnaMaria
Famosos / futuro

Anitta revela o desejo de formar uma família: ''Quero ser mãe''

"Não pretendo deixar isso para depois dos 35", afirmou a cantora

Da Redação Publicado em 05/11/2020, às 16h30 - Atualizado às 16h32

A cantora estará no programa 'Reclame', do Multishow - Instagram/@anitta
A cantora estará no programa 'Reclame', do Multishow - Instagram/@anitta

Anittaparticipou das gravações do programa 'Reclame', que será exibido no Multishow nesta quinta-feira (5). Durante a entrevista, a cantora falou que tem o desejo de formar uma família. 

"É uma vontade que com trinta e pouquinhos eu comece a parar [a carreira]. Eu quero ter minha família, ser mãe e não quero deixar isso para depois dos 35", disse a artista, que hoje tem 27 anos. 

Em outro momento do bate-papo, Anitta também deu sua opinião sobre a era dos cancelamentos na Internet.

"Eu acho que quem tem medo de cancelamento é quem se preocupa muito com a opinião dos outros. Eu tenho muita certeza de quem sou eu, eu sou muito certa, segura de quem eu sou, do meu caráter e das minhas intenções", refletiu.

Além disso, a cantora revelou que o seu próximo álbum musical virá "cheio de mistura brasileira". 

O programa irá ao ar nesta quinta-feira, às 17h.

MEDO NA CARREIRA 

Anitta admitiu, em entrevista para a revista britânica 'Fault', que tem medo de mudar seu caráter e personalidade no momento da carreira em que está tornando-se cada vez mais conhecida fora do país.

Aproveitando o sucesso da música ‘Me Gusta’, lançada em parceria com as estrelas internacionais CardiB e MykeTowers, a cantora abriu o coração e falou qual o seu maior pavor em relação à sua trajetória profissional.  

"É de mudar a mim mesma, de mudar por causa das pessoas. Tenho muito medo do tamanho da minha carreira e de quão grande tudo se tornou. Tenho muito medo de que isso mude meu caráter ou minha personalidade, quem eu sou", disse.

Na sequência, a artista afirmou que se pudesse dar um conselho a si mesma no início da carreira, diria para "não confiar tanto nas pessoas": "Eu tenho essa inocência de acreditar nas pessoas e achar que elas vão ser boas só porque eu sou boa com elas".