famosos   / REVOLTA

Anitta se manifesta contra chacina no Jacarezinho: ‘‘Atingiu inocentes que iam ao trabalho’’

Cantora demonstrou revolta com os recentes acontecimentos no país

Da Redação Publicado sábado 8 maio, 2021

Cantora demonstrou revolta com os recentes acontecimentos no país
Operação policial ilegal deixou 29 mortos no Rio de Janeiro - Instagram/@anitta e Twitter/@crisvector

Anitta utilizou o Twitter para manifestar o seu repúdio à operação policial na favela do Jacarezinho, no Rio de Janeiro (RJ), que deixou 29 mortos na última quinta-feira (6). A cantora ressaltou o fato de se tratar de uma operação ilegal e que acabou atingindo inocentes, além de assassinar pessoas que ainda não haviam sido investigadas pela justiça. 

“A polícia brasileira desafia a justiça máxima do próprio país para matar. A cor da pele e o endereço define quem vai morrer. Ontem, isso ficou ainda mais evidente, quando 25 pessoas foram assassinadas de forma brutal e ilegalmente na favela do Jacarezinho, no Rio de Janeiro”, começou.

A ‘Girl From Rio’ ainda pontuou que as operações policiais estão proibidas durante a pandemia e que não foram comunicadas previamente. “Mas a polícia civil do Rio de Janeiro invadiu casas, espalhando terror em uma das maiores favelas da capital, descumprindo sumariamente essa pré-determinação”, disse. 

“Com isso, o Rio ganhou a maior chacina de sua história. Das 25 pessoas mortas [investigações mais recentes apontam para 29 pessoas], 13 delas não eram investigadas pelo motivo que levou a polícia civil até à favela. Por que elas morreram? Por que tantas vidas foram postas em risco?”, questionou.

Ao final, a cantora ressaltou o cenário de morte devido à Covid-19: “Como se não bastasse, a chamada ‘operação de inteligência’ também atingiu inocentes dentro do metrô enquanto iam para o trabalho. Vale lembrar que o Brasil soma hoje 417 mil mortes pela Covid-19 com 15 milhões de infectados. Chega!”

Último acesso: 16 Jun 2021 - 13:26:41 (1144721).