AnaMaria
Facebook AnaMariaTwitter AnaMariaInstagram AnaMariaSpotify AnaMaria

Ao vivo, âncora da Band solta o verbo sobre Gusttavo Lima: “Aguenta o rojão”

Sem papas na língua, âncora da Band falou o que pensa sobre polêmicas

Da Redação Publicado em 01/06/2022, às 20h37

Jornalista da Band detona Gusttavo Lima ao vivo - Instagram/@eoinegue e @gusttavolima
Jornalista da Band detona Gusttavo Lima ao vivo - Instagram/@eoinegue e @gusttavolima

Sem papas na língua, o âncora do ‘Jornal da Band’, Eduardo Oinegue, falou abertamente sobre o que pensa da polêmica dos cachês milionários envolvendo Gusttavo Lima. Na última terça-feira (31), o jornalista foi direto e reto sobre o choro do cantor sertanejo nas redes sociais.

De início, Eduardo não acusou Gusttavo Lima de receber dinheiro sujo, mas, sim, a atitude do artista em uma live que fez no seu Instagram, onde apareceu chorando. “É importante reafirmar, não há uma única informação que sugira qualquer atitude suspeita do cantor Gusttavo Lima. Desde que o dinheiro seja limpo, ele tem todo o direito fechar contrato com quem quer que seja”, começou o âncora.

Na sequência, ele não perdoou o chororô do cantor. “Agora ele tem que estar preparado pra enfrentar as críticas, não adianta ficar chorando. É prudente receber toda essa fortuna de cidades pequenas? Se acha que sim, aguenta o rojão, e não vem gravar videozinho pagando de bacana não".

"Se acha que não, começa a recusar, pensa que do outro lado assinando um contrato pode ter um prefeito maroto gastando o dinheiro suado da comunidade para te entregar, dinheiro que poderia ser usado na saúde e educação”, finalizou o jornalista da Band.

ENTENDA A POLÊMICA

O Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) abriu uma investigação sobre o desvio de verba pública para custear o show de Gusttavo Lima em Conceição do Mato Dentro, sob o cachê de R$ 1,2 milhão.

Segundo a Folha de S.Paulo, o dinheiro entregue ao Embaixador veio de um tributo pago por mineradoras ao governo federal, a Compensação Financeira pela Exploração Mineral (CFEM) - que deve ser utilizada para melhorias infraestrutura, qualidade ambiental, saúde e educação da cidade.

Recentemente, Gusttavo também foi alvo de denúncias por um cachê de R$ 800 mil oferecido pela prefeitura de São Luiz (RR). O caso também está sendo investigado.

{# Taboola Newsroom #}