AnaMaria
Famosos / Coronavírus

Aos 75 anos, José de Abreu testa positivo para covid-19: "Sou grupo de risco"

Ator José de Abreu revelou que está com todas as vacinas em dia

Da Redação Publicado em 02/03/2022, às 16h24

José de Abreu está com sintomas leves de covid-19 - Instagram/@josedeabreu
José de Abreu está com sintomas leves de covid-19 - Instagram/@josedeabreu

O ator José de Abreu, de 75 anos, revelou que testou positivo para covid-19. Na manhã desta quarta-feira (2), o artista compartilhou seu boletim médico e deu detalhes sobre o diagnóstico.

Em seu Instagram, José de Abreu, que é considerado grupo de risco para a doença, contou que apresenta apenas sentimentos leves, nada para se preocupar. Além disso, ele garantiu que está com o esquema vacinal completo, ou seja, três doses da vacina contra o coronavírus.

“Testei positivo: apenas coriza e uma leve dor de garganta. Três vacinas. Duas Coronavac e uma Pfizer. Vacinas salvam vidas! Sou grupo de risco”, disse ele na legenda da publicação.

Vários internautas se solidarizaram com o resultado do ator, preenchendo o setor de comentários com palavras de apoio e incentivo. “Melhoras, meu amigo!”, desejou um. “Que sua recuperação seja breve”, manifestou outro. “Viva a vacina! Fica bem, Zé”, declarou um terceiro.

Confira:

BRIGA JUDICIAL

José de Abreu vinha respondendo a um processo judicial movido pelo também ator Carlos Vereza. A ação foi movida em 2021 por Vereza, que alega ter sofrido danos morais logo depois que Abreu postou palavras ofensivas contra o ator em sua conta no Twitter.

Vereza já tinha sido derrotado em uma ação contra Abreu na Justiça criminal, em que pedia uma indenização no valor de R$ 80 mil. Ele resolveu entrar na esfera cível e, na última quinta-feira (10), a juíza Flávia de Almeida Viveiros de Castro decretou a revelia de José de Abreu, pois o ator não apresentou defesa.

A juíza, porém, abriu um prazo para que o veterado da TV, Carlos Vereza, apresentasse mais provas que garantam os danos provocados à sua imagem.

ENTENDA O CASO

O conflito entre os atores aconteceu logo depois que Carlos Vereza pediu respeito a sua colega de profissão Regina Duarte, que tinha aceitado o convite do presidente Jair Bolsonaro para assumir a Secretaria Especial de Cultura, no começo de 2020.

"Alô, José de Abreu, respeite a Regina Duarte. Respeite as escolhas diferentes das suas. Sempre te tratei com afabilidade, aceitando seu ponto de vista em questões ideológicas. Por que vibrar sempre no ódio, nas baixas energias?”, escreveu.

Na ocasião, Abreu rebateu: "Meu caro colega Carlos Vereza. Achei bonita sua hipocrisia, sua falta de caráter e memória,digna de um esclerosado que costuma falar”.