AnaMaria
Famosos / EITA!

Após ser indiciado por vacinação irregular, Wesley Safadão dispara: ''Fui mal orientado''

Cantor reconheceu o erro e se retratou com a população brasileira

Da redação Publicado em 29/10/2021, às 13h14 - Atualizado às 13h15

Wesley Safadão foi acusado de furar a fila de vacinação - Instagram/@wesleysafadao
Wesley Safadão foi acusado de furar a fila de vacinação - Instagram/@wesleysafadao

Mais um desdobramento do caso de vacinação irregular envolvendo Wesley Safadão e sua esposa, Thyane Dantas, veio à tona, nesta sexta-feira (29). Isso porque, após virar alvo de manchetes tendenciosas, o cantor resolveu expor os motivos que o levaram a recusar o acordo proposto pelo Ministério Público do Ceará. 

"Queriam que eu pagasse uma quantia equivalente a quase um milhão de reais, sendo que para um cidadão comum é infinitamente menor o valor" começou explicando. 

Em seguida, Wesley desmentiu os boatos de que teria se negado a pagar a quantia após descobrir que a mesma seria revertida em doações. "Não me neguei em nenhum momento a fazer doação até porque eu sempre fiz, e não faço só doação para minha cidade e durante a pandemia foi uma das coisas que eu mais fiz", contou.

O artista assumiu, pela primeira vez, o erro: "Claro, que fico muito triste com tudo isso, sei que errei, quem me conhece sabe meu coração e volto a dizer: Jamais faria algo assim se soubesse que era errado".

"Quero deixar bem claro que em nenhum momento furei fila, apenas tomei a vacina em outro lugar porque me orientaram dessa maneira, devido a lotação do meu lugar de origem. Se eu achasse que estava fazendo algo errado, ou cometendo um crime, vocês acham mesmo que eu publicaria?", acrescentou.

Por fim, Wesley afirmou que foi "mal assessorado", mas, ainda assim, se retratou com os seguidores. "Peço perdão à população da minha cidade, do meu país, hoje realmente vi que fui mal assessorado sobre me vacinar em outro local, me disseram que não tinha nenhum problema essa mudança e eu acreditei. Realmente fui mal orientado", concluiu.

RELEMBRE
Wesley Safadão e Thyane Dantas geraram polêmica, em julho deste ano, ao compartilharem os registros de sua vacinação contra a covid-19. Na época, o calendário de vacinação previa a aplicação em pessoas com 32 anos ou mais, porém Thyane furou fila e conseguiu ser vacinada aos 30 anos, sem precisar de agendamento. 

Por sua vez, Wesley, de 33 anos, e Sabrina Tavares tinham agendamentos para receberem o imunizante no Centro de Evento do Ceará. Acontece que os dois foram a outro posto de vacinação em um shopping, no mesmo dia, em uma suposta tentativa de escolher o tipo de vacina que receberiam.