AnaMaria
Famosos / Pós-reality

Após vencer BBB 22, Arthur Aguiar volta para casa e garante: ''Me sinto livre''

Ator é o primeiro participante Camarote a ganhar o programa

Da redação Publicado em 04/05/2022, às 12h23

Arthur Aguiar e Maíra Cardi moram em uma mansão no Rio de Janeiro (RJ) - Rogério Pallatta/CARAS
Arthur Aguiar e Maíra Cardi moram em uma mansão no Rio de Janeiro (RJ) - Rogério Pallatta/CARAS

Arthur Aguiarjá voltou para casa e para aconchego da família, após vencer o BBB 22 e faturar o prêmio de R$ 1,5 milhão. Com uma trajetória criticada e aclamada, o ator afirmou que a experiência do confinamento no reality show foi uma "grande oportunidade" para se autoconhecer.

"Sempre falei que é muito mais que um programa de entretenimento. É uma grande oportunidade de dar um mergulho para dentro de si próprio e de as pessoas te conhecerem como você é. Foi uma experiência muito transformadora. Me sinto livre", disse ele para a Revista Caras, em matéria divulgada nesta quarta-feira (4).

Para o veículo, Arthur abriu as portas de sua casa no Rio de Janeiro (RJ), onde mora com a esposa Maíra Cardi e a filha Sophia, de apenas 3 anos. Ele revelou que voltar para o seio da família foi fundamental para se recuperar.

"Estar com as pessoas que amo me faz tão bem! Saí muito mal da casa e hoje já não me sinto assim. Lá foi muito difícil! Teve um momento que não me reconhecia mais. No finalzinho, estava triste, sem vida, com semblante envelhecido... Sorte que faltavam dois dias para acabar", contou.

JOGO EM DUPLA

Sobre a esposa Maíra, Arthur admitiu que ela foi determinante para sua imagem fora da casa. "Jogou junto comigo. Eu nem sabia, mas ela sentiu a necessidade de fazer isso de fora do jogo. Agora que saí tenho plena consciência de que é uma vitória nossa. Tirando a Sophia, é a nossa primeira conquista como casal. Achei muito bonita a maneira como ela me defendeu, se colocou no pelotão de frente."

A influenciadora fitness, por sua vez, se definiu como "porta-voz dos fãs" do marido. "Inclusive fiquei muito parecida com o fandom, que tem muita personalidade e cobrou da gente determinados posicionamentos. O Arthur só continuaria ali por causa deles. Aprendi a dar valor porque o jogo vinha deles."

Ao contrário do que foi apontado por alguns críticos, de que os dois teriam se preparado e estudo o jogo, eles afirmaram que não houve nenhum planejamento nesse sentido. "Não dá para manter um personagem em 100 dias. Entrei com minhas qualidades, meus defeitos... Quem eu sou é quem fui lá", disse o ator.