AnaMaria
Famosos / Preconceito

Ariadna Arantes, ex-BBB, revela já ter sido vítima de transfobia de Pedro Scooby

Modelo Ariadna Arantes contou que o surfista Pedro Scooby já usou um termo transfóbico para se referir a ela

Da redação Publicado em 21/01/2022, às 14h56

Ariadna Arantes relembrou episódio de transfobia de Pedro Scooby - Instagram/Globo
Ariadna Arantes relembrou episódio de transfobia de Pedro Scooby - Instagram/Globo

Ariadna Arantes, primeira mulher trans a participar do 'Big Brother Brasil', resolveu expor um episódio de transfobia que sofreu de Pedro Scooby, atual participante do 'BBB22', nesta sexta-feira (21). No Twitter, a modelo contou que o surfista a chamou de 'traveco', termo pejorativo e desrespeitoso com mulheres trans e travestis.

"Foi exatamente o que o Scooby fez comigo em 2019, em Milão. Fez um FaceTime para o irmão dele e veio falar: 'Estou com três travecos, aqui'. E na mesma hora eu falei: 'Traveco, não, eu sou uma mulher, você me respeita'", relembrou. 

"Claro que essa gracinha ele só fazia quando a Patroa estava dando entrevista", disparou ela na rede social, se referindo à Anitta, ex-namorada do atleta. 

A ex-BBB relembrou que tudo aconteceu quando chegou para acompanhar a turnê da cantora e nem teve a oportunidade de se apresentar. "Fui encontrar eles no hotel que ela nos apresentou, ele me perguntou de cara: você é trans? Minha resposta na frente de todos foi: a palavra 'trans', vem de transição. Eu já passei pela minha. Sou uma mulher? Era essa a história", escreveu.

Ela afirmou ainda que espera que Scooby tenha mudado seu pensamento. "Porque quando tava eu e as 2 irmãs de santo travestis da Anitta lá no show dela, ele foi chamar a gente de 'traveco'."

Ariadna expôs o caso após a mesma fala transfóbica de Rodrigo Mucci, participante do 'BBB22', durante uma conversa no programa. Na ocasião, ele foi repreendido pelos brothers e aconselhado pelo próprio Scooby. 

"Esperamos que ele possa aprender com isso e evoluir como ser um humano", disse o comunicado emitido pela equipe do brother após a repercussão do episódio. Vale lembrar que Linn da Quebrada é a segunda mulher trans a entrar no reality show, depois de 11 anos da participação de Ariadna. 

"Que a entrada dela sirva para conscientizar e firmar ainda mais a presença de trans e travestis na sociedade, onde são tão marginalizadas", ressaltou a nota.