famosos   / aglomeração

Armandinho desabafa sobre festas em meio à pandemia: ''Brasil terra sem lei''

"Tiram vaga de leito de quem realmente precisa", lamentou o cantor

Da Redação Publicado terça 22 dezembro, 2020

O cantor escreveu um texto para as redes sociais - Instagram/@armandinhoebanda

Armandinho, de 50 anos, foi às redes sociais, na última segunda-feira (21), para lamentar as grandes festas que ocorrem em meio à pandemia. 

Para ilustrar o cenário, o cantor falou que seu último show foi em março e relatou a dificuldade que os funcionários estão passando. 

"Esse foi meu último show do ano em Joinville numa live sem público. Não trabalho desde março, tive um show cancelado semana passada, meus funcionários mandam foto da geladeira vazia e tem gente dando mega festa para milhares de pessoas sem máscara. Inclusive com artistas de grandes gravadoras sendo cúmplices dessa sacanagem", lamentou. 

Por fim, Armandinho pontuou que muitos influenciadores digitais não se preocupam mais em mostrar os eventos, que ocorrem com grandes aglomerações de pessoas.

“Internet deu voz para muita gente que promove a vida e outros que dão festa escancaradas na cara da sociedade e tiram vaga de leito do Covid de quem realmente precisa. Brasil terra sem lei. E tem gente que paga pau ainda", concluiu. 

Nos comentários, seguidores concordaram com o cantor e o apoiaram. 

"O mundo é dos honestos, essa paz você carrega", tranquilizou um deles. "Necessária essa reflexão, as pessoas perderam ou nunca tiveram a empatia e o respeito pelo próximo. Lamentável. Parabéns pelo posicionamento", disse outro. 

“Armandinho, obrigada pela consciência coletiva e humanitária. Precisamos de mais artistas como você", falou o terceiro.

MARINA RUY BARBOSA

Marina Ruy Barbosa também foi às redes sociais, só que no início de dezembro, para desabafar sobre as aglomerações durante a pandemia

No Twitter, a atriz não poupou palavras e teceu críticas as pessoa que estão ignorando a covid-19 e, inclusive, fazendo planos para as festas de fim de ano. 

"É tão óbvio falar isso... Mas eu vejo cada turma pensando na futilidade da virada em algum lugar pop... As pessoas acham que só porque vai acabar esse ano, o covid também vai ficar em 2020. Não vai galera. Não dá pra ficar fazendo aglomeração/festona em réveillon... irresponsabilidade", disparou a global.

A ruiva ainda afirmou que se preocupa com a saúde das pessoas ao seu redor e que é preciso ter responsabilidade.  

"Por conta do trabalho, eu faço teste toda semana. E tomo todos os cuidados possíveis. Ainda não peguei e continuo atenta por mim, pela minha família e pelos outros. O que eu penso é o seguinte... Agora, depois de meses e meses de discussões, estudos e muita gente morrendo, todos já sabem a gravidade disso tudo. Então, não existe mais lacuna de dúvida. É responsabilidade ou não. Fim", disparou ela. 

"Ninguém nunca tinha vivido uma pandemia. Era até compreensível e perdoável certas coisas. Mas agora estamos vivendo isso há quase 1 ano. Não dá mais tempo de errar né... Enfim, acho que acordei pistola hoje", concluiu.

Último acesso: 25 Jan 2021 - 00:54:51 (1134594).