AnaMaria

Banda Titãs se posiciona contra Jair Bolsonaro: ‘‘Chega de destruição!’’

Publicação nas redes sociais gerou polêmica entre os fãs

Da Redação Publicado em 25/06/2021, às 11h34 - Atualizado às 11h34

Atualmente, grupo é formado por Branco Mello, Sérgio Britto e Tony Bellotto - Instagram/@titasoficial
Atualmente, grupo é formado por Branco Mello, Sérgio Britto e Tony Bellotto - Instagram/@titasoficial

Os integrantes da banda Titãs, atualmente formada por Branco Mello, Sérgio Britto e Tony Bellotto, utilizaram as redes sociais para manifestar sua desaprovação ao governo de Jair Bolsonaro (sem partido) na última quinta-feira (24). 

"Chega de destruição! O atual governo ataca o meio-ambiente, a cultura, a ciência, a tolerância, a diversidade, o bom senso e a democracia. Nos posicionamos com a maioria de brasileiros que desejam o fim imediato de tanta incompetência, descaso e desumanidade. Fora Bolsonaro", dizia a publicação.

Nos comentários, os fãs da banda se dividiram entre críticas e elogios ao posicionamento. “Uma pena, eu era fã desta banda desde os anos 80…”, disse um seguidor. “Discordo do posicionamento da banda, mas respeito e continuo sendo fã e jamais deixarei de ser por conta de política!”, comentou outro.

Enquanto isso, alguns defenderam que as mensagens pró-diversidade e pró-democracia sempre estiveram implícitas nas músicas dos Titãs. “90% do repertório da banda é político. Agora eles só desenharam pra quem ainda não tinha entendido”, argumentou um terceiro. 

Vale lembrar que, em maio de 2020, o quarto membro do grupo, Ciro Pessoa, morreu devido a complicações da Covid-19. O músico lutava contra um câncer e teria contraído a doença em uma das idas ao hospital para o tratamento.