AnaMaria
Famosos / Famosos

Bastidores de 'O Clone': como foi o romance de Giovanna Antonelli e Murilo Benício fora da TV?

Os dois se conheceram nas gravações da novela, ficaram casados por 4 anos e ainda tiveram um filho

Da Redação Publicado em 02/09/2021, às 12h30 - Atualizado às 12h42

Jade (Giovanna Antonelli) e Lucas (Murilo Benício) em cena de 'O Clone' - TV Globo
Jade (Giovanna Antonelli) e Lucas (Murilo Benício) em cena de 'O Clone' - TV Globo

A novela 'O Clone' (2001) foi a escolhida da TV Globo para substituir 'Ti Ti Ti' no Vale a Pena Ver de Novo, a partir do mês de outubro.

No folhetim, acompanhamos a história de amor de Jade e Lucasinterpretados por Giovanna Antonelli Murilo Benício. Mas você sabia que o romance do casal protagonista ultrapassou as telas da TV?

Os dois se conheceram nos bastidores, começaram a namorar no mesmo ano, e logo depois se casaram. O relacionamento, que durou quatro anos, teve muitas idas e vindas, e acabou por "total incompatibilidade de temperamentos", segundo a atriz disse à  revista Isto É, na época.

Em um dos términos, eles tiveram um filho, Pietro, hoje com 16 anos, para tentar reacender a chama do casamento. Mas acabaram se separando quando o garoto tinha apenas seis meses. O ator Marcello Novaes, que participou de 'O Clone' como o motorista Xande, é padrinho do jovem.

Antonelli e Murilo chegaram a receber o título de casal mais famoso pela revista People, em 2002, e a dupla logo se tornou um dos queridinhos dos telespectadores.

"Impressionante o poder que as novelas têm. O impacto que causam diretamente na vida das pessoas. Essa então, que roda pelo mundo até hoje, nem se fala! Sinto orgulho de ter feito parte desse projeto tão inovador na época”, comentou a atriz em entrevista ao Gshow, no ano que a novela completou 20 anos de exibição.

RELEMBRE A HISTÓRIA DE 'O CLONE'

A trama tem início na década de 1980, quando Lucas conhece Jade no Marrocos. Filha de muçulmanos nascida e criada no Brasil, Jade foi viver com o tio Ali (Stênio Garcia) após a morte da mãe, Sálua (Walderez de Barros). Os dois jovens se apaixonam à primeira vista, mas são impedidos de ficar juntos por causa dos costumes muçulmanos, defendidos com rigor pelo tio de Jade. 

Sid Ali se agarra às crenças e à cultura árabe para arranjar bons casamentos para as sobrinhas Jade e Latiffa (Letícia Sabatella), que estão sob sua proteção. Ele conta com a ajuda da empregada Zoraide (Jandira Martini), confidente e cúmplice das meninas. 

Lucas tem um irmão gêmeo, Diogo (Murilo Benício), cuja semelhança com ele se resume à aparência física. Diferentemente do introspectivo Lucas, Diogo é o típico rapaz namorador, alegre e brincalhão, considerado o mais indicado para suceder o pai, Leônidas (Reginaldo Faria), em seus negócios. Para desespero da família, Diogo sofre um acidente de helicóptero e morre nos primeiros capítulos da trama. 

Abalado pela morte do afilhado, o cientista Albieri (Juca de Oliveira) decide clonar o outro gêmeo, Lucas, como forma de trazer Diogo de volta e realizar um sonho: ser o primeiro a realizar a clonagem de um ser humano.