AnaMaria
Famosos / Eita!

'Bebê do Nirvana' processa banda por exploração sexual e pornografia infantil após 30 anos

Spencer Elden pediu uma indenização de US$ 150 mil (cerca de R$ 787 mil)

Da Redação Publicado em 25/08/2021, às 17h20 - Atualizado às 17h20

O bebê que aparece na capa de 'Nevermind' é Spencer Elden, hoje com 30 anos - Divulgação
O bebê que aparece na capa de 'Nevermind' é Spencer Elden, hoje com 30 anos - Divulgação

Quem aí se lembra do 'bebê do Nirvana'? Aquele da capa do álbum 'Nevermind' lançado pela banda em 1991. Acontece que ele cresceu e, hoje, Spencer Elden está com 30 anos de idade e decidiu processar o grupo musical por exploração sexual e pornografia infantil.

Para quem não se lembra, a foto da capa mostra um bebê debaixo d'água, nadando peladinho enquanto tenta pegar uma nota de um dólar. Elden tinha apenas quatro meses quando o registro foi feito e usado pela banda. Só que, segundo o jornal 'The Guardian', o rapaz afirmou que, na época, a foto foi usada sem consentimento dos seus pais.

A ação bilionária foi aberta por Spencer na Califórnia e envolve 15 réus. Entre eles: Kirk Weddle, Courtney Love (viúva de Kurt Cobain), Dave Grohl e os outros membros da banda, além da gravadora responsável pela veiculação do álbum por mais de 30 anos.

Ainda segundo o jornal americano, os pais de Spencer apenas foram pagos pelo ensaio fotográfico, mas nunca assinaram nenhum tipo de acordo que permitisse o direito de imagem.

O rapaz está pedindo uma indenização de US$ 150 mil (cerca de R$ 787 mil), de cada um dos 15 réus. Ele afirmou que sofreu “danos ao longo da vida”, por ter seu corpo nu na capa do álbum.

Nos autos do processo está escrito que: “O dano permanente que ele quase sofreu inclui, mas não está limitado a sofrimento emocional extremo e permanente com manifestações físicas, interferência em seu desenvolvimento normal e progresso educacional, perda vitalícia de capacidade de ganho de renda, perda de salários passados ​​e futuros, despesas passadas e futuras para tratamento médico e psicológico, perda do gozo da vida, e outras perdas a serem descritas e comprovadas no julgamento desta questão”.

TATUAGEM DO ÁLBUM

Ao longos dos anos, Spencer Elden recriou o clique várias vezes, utilizando o mesmo cenário e o mesmo conceito com a nota de um dólar pendurada em um anzol.

Além disso, o rapaz tem o nome do álbum 'Nevermind' tatuado no peito. Mas, apesar de parecer demonstrar orgulho, ele já afirmou em entrevistas que se sente desconfortável.

“É estranho pensar que tanta gente já me viu pelado – me sinto como a maior estrela pornô do mundo”, comentou, durante uma entrevista, em 2016, para a GQ Austalia.

Até a publicação desta nota, nenhum dos réus se pronunciou sobre o assunto.