AnaMaria
Famosos / Demissão em massa

Boni sobre demissão dos veteranos da Globo: ''Jamais poderiam ir embora''

Diretor relembrou que contratou os grandes astros da emissora

Da Redação Publicado em 17/10/2020, às 19h15 - Atualizado às 19h17

Boni, de 84 anos, foi um dos nomes da direção da TV Globo - TV Globo
Boni, de 84 anos, foi um dos nomes da direção da TV Globo - TV Globo

Boni, de 84 anos, se pronunciou sobre as demissões em massa da TV Globo, sobretudo dos grandes astros. Em entrevista ao 'Do Bom e do Melhor', da Rádio Bandeirantes, neste sábado (17), o diretor comentou sobre a saída dos veteranos da emissora e relembrou sua participação na contratação deles. 

“Tenho uma visão muito particular sobre isso. Essas pessoas vieram em 1967 a meu convite, acreditando em uma ideia, não por dinheiro", iniciou ele em referência a Glória Menezes e Tarcísio Meira, que estrearam na novela 'Sangue e Areia'. 

O diretor opinou ainda sobre os longos anos em que os astros estiveram no canal. "Não considero essas pessoas contratadas da Globo, as considero sócias e investidoras da TV Globo, elas jamais poderiam ir embora."

"Não é a TV Globo inteira, mas tinham 10, 15 pessoas ali, que teriam, sim, que ser mantidas pelo resto da vida lá”, acrescentou. 

Desde o início da pandemia do novo coronavírus, a emissora despediu também Miguel Falabella, Vera Fischer, José de Abreu, Renato Aragão e outros nomes. Eles podem retornar, no entanto, com contrato apenas por obra e sem vínculo de longo prazo. 

É o caso de Antonio Fagundes. Após 44 anos na TV Globo, ele foi dispensado e retornará para o remake de 'Pantanal'. A novela deve estrear em 2021. 

Trata-se de uma nova política de cortes de gastos, já que a pandemia reduziu as receitas publicitárias da casa.