AnaMaria
Famosos / Inshallah!

Carla Diaz celebra o retorno de 'O Clone' à TV Globo: ''Khadija é eterna''

A novela de Glória Perez substituirá 'Ti Ti Ti' no Vale a Pena Ver de Novo

Da Redação Publicado em 01/09/2021, às 10h00 - Atualizado às 10h03

Carla Diaz foi a memorável Khadija, em 'O Clone' - Instagram/@carladiaz
Carla Diaz foi a memorável Khadija, em 'O Clone' - Instagram/@carladiaz

"Inshallah, muito ouro'', quem não se recorda desse bordão icônico de 'O Clone'? A frase foi dita por ninguém menos que Khadija, personagem vivida por Carla Diaz, que está de volta às telinhas da TV Globo, no Vale a Pena Ver de Novo,a partir de outubro. Em comemoração aos 20 anos da novela, a emisorra decidiu reprisá-la na faixa e, é claro, deixou os fãs do romance animadíssimos.

Quem aproveitou para celebrar a notícia foi a própria Carla. Em suas redes sociais, a atriz resgatou uma foto da pequena que, sem dúvidas, possui um significado especial em sua trajetória: "Lalalalalai! Teremos reprise de O Clone na @tvglobo, essa novela que eu tenho tanto carinho e que representa um marco na minha carreira".

"Afinal, Khadija é eterna, né? Quem aí também não vai perder? Inshallah!", completou, questionando os internautas.

Não demorou para que os seguidores lotassem o espaço reservado aos comentários de mensagens carinhosas. Alguns, inclusive, destacaram o sucesso da travessa Khadija. "Carlinha, a Khadija era a minha personagem favorita da novela", afirmou um. "A lenda vem aí", vibrou outro. "Eu não perco por nada", garantiu um terceiro. 

Confira:

A HISTÓRIA
A trama tem início na década de 1980, quando Lucas conhece Jade no Marrocos. Filha de muçulmanos nascida e criada no Brasil, Jade foi viver com o tio Ali (Stênio Garcia) após a morte da mãe, Sálua (Walderez de Barros). Os dois jovens se apaixonam à primeira vista, mas são impedidos de ficar juntos por causa dos costumes muçulmanos, defendidos com rigor pelo tio de Jade. 

Sid Ali se agarra às crenças e à cultura árabe para arranjar bons casamentos para as sobrinhas Jade e Latiffa (Letícia Sabatella), que estão sob sua proteção. Ele conta com a ajuda da empregada Zoraide (Jandira Martini), confidente e cúmplice das meninas. 

Lucas tem um irmão gêmeo, Diogo (Murilo Benício), cuja semelhança com ele se resume à aparência física. Diferentemente do introspectivo Lucas, Diogo é o típico rapaz namorador, alegre e brincalhão, considerado o mais indicado para suceder o pai, Leônidas (Reginaldo Faria), em seus negócios. Para desespero da família, Diogo sofre um acidente de helicóptero e morre nos primeiros capítulos da trama. 

Abalado pela morte do afilhado, o cientista Albieri (Juca de Oliveira) decide clonar o outro gêmeo, Lucas, como forma de trazer Diogo de volta e realizar um sonho: ser o primeiro a realizar a clonagem de um ser humano.