Carla Diaz é apontada como vítima em investigação de racismo e se revolta: ''Usaram meu nome''

O inquérito investiga se a atriz sofreu preconceito racial no 'BBB 21'; a loira reiterou que racismo reverso não existe

Da Redação Publicado quinta 8 abril, 2021

O inquérito investiga se a atriz sofreu preconceito racial no 'BBB 21'; a loira reiterou que racismo reverso não existe
Carla Diaz se pronuncia sobre inquérito que apura caso de racismo no 'BBB 21' - Twitter / @carladiaz

Carla Diaz usou suas redes sociais, nesta quinta-feira (8), para fazer um desabafo!

Revoltada e surpreendida, a ex-BBB contou que recebeu uma visita da Delegacia de Crimes Raciais em sua casa e o motivo era uma investigação para saber se a loira havia sido vítima de racismo dentro da casa do 'BBB 21'.

Em seu depoimento, a atriz explicou que ficou chateada de terem aberto uma denúncia sem sua autorização e ainda afirmou que não existe racismo reverso - ou seja, que brancos não são vítimas de racismo.

"Eu vim falar de uma coisa muito chata, mas quero que vocês saibam por mim. Essa semana eu fui surpreendida por um policial da Delegacia de Crimes Raciais. Sim, bateram na minha porta", começou indignada.

"Levei um susto porque alguém pediu para a delegacia abrir um inquérito e eu vou precisar prestar esclarecimentos de preconceito racial, como se eu fosse a vítima. Como se eu tivesse sido vítima. Acho isso tudo um absurdo, meu advogado está vendo tudo e assim que eu tiver eu aviso vocês", contou ela.

Para concluir, a ex-sister afirmou que não foi vítima de racismo,  e nem poderia ser, já que é branca.

"Acho importante lembrar que racismo reverso não existe. Vamos ler, nos informar, o programa debateu racismo. Tô muito chateada com essa situação. Usaram meu nome sem o meu conhecimento para me colocar nessa situação."

Confira:Carla Diaz se pronuncia sobre inquérito que apura caso de racismo no 'BBB 21'Twitter / @carladiaz

Último acesso: 18 Apr 2021 - 03:05:26 (1143452).