famosos   / Faz falta!

Carolina Dieckmann lamenta saudades de Domingos Montagner: ''Como você faz falta, meu amigo''

Ator morreu há cinco anos durante o intervalo das gravações de 'Velho Chico'

Da Redação Publicado quarta 15 setembro, 2021

Ator morreu há cinco anos durante o intervalo das gravações de 'Velho Chico'
Carolina Dieckmann relembrou Domingos Montagner nas redes sociais - Instagram/ @loracarola

O dia foi de muitas lembranças para fãs, família e amigos do ator Domingos Montagner. É que nesta quarta-feira (15) completam cinco anos de sua morte, ocorrida no intervalo das gravações da novela 'Velho Chico', durante um passeio pelo Rio São Francisco, em 2016. 

Carolina Dieckmann foi uma das pessoas que usou as redes sociais para lamentar saudades do artista, com quem contracenou em 'Jóia Rara', da TV Globo. 

Em seu perfil no Instagram, a loira resgatou um clique em que aparece ao lado de Montagner. "Como você faz falta, meu amigo… Levo você nos meus dias e dentro do coração. Inté", escreveu ela na legenda da publicação.

Nos comentários, os internautas deixaram inúmeras mensagens. "Ainda é inacreditável sua partida", disse uma seguidora. "Poxa... Ainda não acredito que o São Francisco o levou", falou outra fã. "Meu Deus o tempo passou tão rápido, tomei um susto em saber que já se foram 5 anos que esse ator de tanta luz nos deixou. Nunca irei esquecer todo o legado que você nos deixou", completou uma terceira. 

CINCO ANOS SEM O ATOR
Luciana Lima, viúva de Domingos Montagner, falou sobre os cinco anos da morte do marido, que faleceu aos 54 anos.

Em entrevista ao ‘F5’, divulgada na última terça-feira (14), ela falou sobre os três filhos que teve com o artista: Leo, Antonio e Dante, que tinham 13,9 e 5 anos na ocasião. “Nós crescemos muito como núcleo familiar, ficamos ainda mais próximos e hoje é muito lindo vê-los (filhos) seguindo a vida", contou. 

"A gente não conseguia pensar como seria dali para frente. E começamos a viver um dia de cada vez para não ficar tão pesado quando fôssemos pensar no futuro. Os amigos, os familiares, a escola e a rotina tiveram um papel fundamental para retomarmos a vida e começar a ressignificar tudo à nossa volta", revelou Luciana

A viúva também contou que os filhos seguem os passos do pai no circo, mesmo após a morte do ator. “Eles nasceram inseridos nesse universo lúdico, divertido, mágico e estimulante do circo e do teatro.  Era muito natural que eles se encantassem e quisessem fazer parte de tudo aquilo. Tiveram seus momentos de participação no circo Zanni. Cada um teve o seu momento de estrear o seu palhaço, a sua máscara e o seu figurino”, contou. Domingos se tornou conhecido exatamente por sua trajetória no circo Zanni, em 2004.

Na sequência, Luciana disse que agora há incertezas se vão seguir no circo, por causa da pandemia. “Eles ainda não sabem se irão querer retornar. Com exceção do Leo, nosso mais velho,  que voltou no final de 2019 e hoje faz parte da Banda Musical do Circo, tocando piano”, completou.

Luciana também revelou que tem como hábito em sua rotina relembrar fotos e vídeos com Montagner de tempos em tempos, como forma de manter a memória dele em casa. “É algo que acontece espontaneamente e de forma leve, nunca é um tom de pesar. Isso tem muito a ver com a energia que o Domingos sempre imprimiu”, contou.

Ao final, a viúva ressaltou que o apoio dos amigos e fãs do ator foi essencial. “Essa rede de pessoas teve e têm um papel fundamental, não só para amenizar a dor da ausência física, mas também para enaltecer sua memória e seu legado”, finalizou.
 

Último acesso: 21 Sep 2021 - 08:34:12 (1150032).