AnaMaria
Famosos / Luta

Claudia Rodrigues volta a ser internada para voltar tratamento suspenso com a vacina

Apesar do susto, assessoria da atriz afirmou que ela está bem

Da Redação Publicado em 24/08/2021, às 11h17 - Atualizado às 11h18

Claudia Rodrigues tem esclerose múltipla - Instagram/@claudia_rodrigues_oficial
Claudia Rodrigues tem esclerose múltipla - Instagram/@claudia_rodrigues_oficial

Claudia Rodrigues foi internada nesta terça-feira (24), no Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo (SP), para receber a medicação contra esclerose múltipla vinda dos Estados Unidos. Para o UOL, a assessoria da atriz afirmou que ela está bem.

A medicação havia sido suspensa por orientação médica, justamente para que Claudia conseguisse tomar as duas doses da vacina contra a covid-19. Claudia recebeu a medicação e deve ficar em observação.

Em julho passado, Claudia já havia dado entrada no mesmo hospital. Na ocasião, Adriane Bonato, assessora e empresária da atriz, explicou que alguns resultados davam a entender que Claudia estava tendo um possível aviso de um novo surto. "Como ela está sem medicação da esclerose, não queremos que isso demore a acontecer, pode ser trágico. Já aconteceram casos de óbito por fazerem "essa quebra de protocolo", e isso que estávamos evitando fazer", disse Adriane, em uma publicação no Instagram.

A assessora explicou ainda que foi necessário interromper o uso do remédio para esclerose porque ainda não se sabe quais são os efeitos quando combinados com a vacina contra o coronavírus. Claudia recebeu a primeira dose do imunizante em maio e deve receber a segunda em agosto. "A vacina era mais importante por conta da imunidade baixa que ela tem devido à doença", afirmou.

"Infelizmente, não há outra saída. Amanhã os medicamentos chegam e vamos voltar com eles para evitar que um novo surto aconteça", esclareceu Adriane. Logo, a segunda dose da vacina, que a atriz tomaria em breve, foi adiada. 

Além disso, Bonato pediu por boas vibrações ao público da atriz para que ela melhore. "Quero pedir uma corrente de oração para dar tudo certo. Deus está na frente. Claudia e uma fênix". A humorista foi diagnosticada com esclerose múltipla no ano 2000. A doença é autoimune e atinge o sistema nervoso central.

ESPERANÇA
Quando recebeu a primeira dose do imunizante contra covid-19 da farmacêutica Pfizer, Claudia celebrou alguns estudos que associavam a vacina ao tratamento de esclerose.

"Essa vacina pode me ajudar com a cura tão esperada da esclerose múltipla, pois em ratos já teve reversão da doença e cura das sequelas, apesar de ter resultados só em ratos ainda, é uma grande esperança para nós", disse em maio.