AnaMaria
Famosos / Eita!

Daniela Mercury confirma que irá processar Eduardo Bolsonaro: “Fake news é crime”

Deputado estadual acusou Daniela Mercury de dizer que Jesus era gay

Da Redação Publicado em 12/04/2022, às 16h03

Vídeo, visivelmente alterado, de Bolsonaro foi excluído das redes sociai - Instagram/@danielamercury
Vídeo, visivelmente alterado, de Bolsonaro foi excluído das redes sociai - Instagram/@danielamercury

Daniela Mercury irá entrar na Justiça contra Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) sob acusação de fake news. O que motivou o processo foi um vídeo publicado pelo deputado estadual, na última quinta-feira (11), acusando a cantora de dizer que Jesus Cristo era gay. O filho de Jair Bolsonaro (PL) apagou a postagem pouco depois.

O vídeo em questão era uma montagem com várias falas da artista fora de contexto. Em um dos cortes, Daniela disse: “Era Jesus Cristo, sim”. Já em outra parte, ela afirmou ao som de uma música do Legião Urbana: “Era gay, gay, muito gay! Muito bicha, muito viado, sim”.

Acontece que, ao contrário do que Bolsonaro deu a entender, Mercury não estava se referindo mais a Jesus Cristo, porém ao cantor Renato Russo, antigo vocalista da banda - a quem prestava uma homenagem durante o show.

Para completar, o parlamentar ainda fez menção à Lei Rouanet ao criticar a artista. “Cuidado! Cenas fortes. Efeitos colaterais de abstinência da Lei Rouanet. A que ponto a pessoa contaminada chega... Deus tenha misericórdia deles. Eles não sabem o que fazer”, escreveu ele na legenda da publicação.

Por sua vez, Daniela Mercury foi breve ao alfinetar o político através das redes sociais. “Fake News é crime. Aos criminosos, a lei!", publicou ela nesta terça-feira (12). A assessoria da cantora confirmou ao G1 que ela abrirá processo contra o deputado.