AnaMaria
Famosos / Eita!

DJ Ivis adia lançamento de álbum após ser vaiado em show

As músicas de Dj Ivis também foram “derrubadas” nas plataformas de streaming

Da Redação Publicado em 11/01/2022, às 16h01

DJ Ivis adia lançamento de álbum - Instagram/@djivis
DJ Ivis adia lançamento de álbum - Instagram/@djivis

DJ Ivis foi indiciado por lesão corporal, ameaça e, ainda, injúria em julho de 2021, após ter agredido sua ex-esposa, Pâmela Holanda, na frente da filha. A moça comprovou o crime com vídeos dos atos de violência e Ivis ficou preso por três meses.

A pena de reclusão variava entre 3 meses e 1 ano. O DJ conseguiu sua liberdade em outubro de 2021, de acordo com seus advogados, ele não foi indiciado por tentativa de homicídio.Sendo assim, a pena deveria ser de detenção e não reclusão.

Livre, Ivis está em busca de recuperar a carreira musical. Entretanto, durante a participação no evento “Noite do Piseiro" - na Estância Alto da Serra, em São Bernardo do Campo, em São Paulo, não concluiu sua performance, uma vez que recebeu uma chuva de vaias da plateia.

No mesmo mês, Ivis lançaria um novo álbum mas mudou de ideia após o episódio. “Estou focando em outras coisas. Tento fazer as coisas no seu tempo mais certo para não ter tantas agonias e vexames", disse ele em um vídeo nas redes sociais, e até então a nova data não foi definida.

Além do público, algumas celebridades também não querem contato com o DJ. Nomes como Zé Felipe, Flay e Latino cancelaram a parceria com o músico após as agressões contra Pâmela Holanda.

TEVE APOIO

Luiz Bacci soltou o verbo no 'Cidade Alerta' e disparou criticas aWesley Safadão, que recebeu DJ Ivis como convidado VIP em um show em São Paulo (SP). Vale lembrar que o produtor musical é acusado de agressão física contra a ex-mulher Pamella Holanda

Ao vivo, o jornalista contextualizou os telespectadores e afirmou que desistiu de ir ao show de Safadão após ver Ivis no palco. "Fiquei de cara com aquela imagem. Eu fui me certificar de que era verdade... Porque não era possível que cinco meses depois dessas cenas, aliás, que é bom de a gente lembrar para as pessoas, para reforçar os motivos que levaram DJ Ivis para a cadeia", disse. Em seguida, o apresentador exibiu as cenas de agressões do produtor contra Pamella, diante da filha bebê. 

Na sequência, Bacci mostrou sua indignação. "É o mesmo cara que todo mundo detonou na época, o mesmo cara! Esse é o DJ Ivis! Nunca vi esse cidadão na vida, nunca estive no mesmo espaço em que ele ocupou, nunca tive o desprazer de encontrá-lo. Mas justamente esse homem que foi filmado por câmeras de seguranças espancando a mulher na frente da bebê era quem estava nos bastidores do Wesley Safadão", disse. 

O jornalista ponderou que nem sempre é possível controlar o acesso de todas as pessoas, no entanto, ele não foi o único a se incomodar com a presença de Ivis. "Fique extremamente decepcionado! O próprio Safadão me mandou mensagem dizendo: 'Quem sou eu pra julgar o DJ Ivis?'. Você é um formador de opinião", disparou. 

Bacci acrescentou que não espera que Safadão se vingue, bata ou xingue o produtor. "Mas acho que não é correto você colocar no palco, ter ele no seu show como um convidado VIP. Da mesma maneira que um monte de artistas se sentiram desprestigiados. Pô, convidado VIP do lado de um cara que acabou de sair da cadeia porque espancou a mulher? E ele não cumpriu pena! Ele foi solto ainda respondendo em liberdade", ressaltou. 

O apresentador fez questão de ressaltar que não vê problema em Ivis trabalhar como compositor para diversos artistas. Entretanto, reforçou que não há motivos para que ele volte a subir nos palcos. "Esse DJ Ivis, espancador de mulher, deve ficar em casa!"

"Eu que ajudei tanto esse cara pra agora me sentir assim como vários dos seus fãs, decepcionado", concluiu Bacci. 

DJ Ivis ficou preso por três meses em um presídio de segurança máxima da Região Metropolitana do Ceará. Ele foi solto no dia 22 de outubro e agora responde ao processo de violência doméstica contra Pamella em liberdade.