AnaMaria
Famosos / Eita!

Duda Reis se pronuncia sobre campanha publicitária polêmica: ''Jamais resumiria minha luta a um produto’’

Influenciadora afirmou que o vídeo foi editado; internautas se revoltaram com a fala "ser mulher é muito difícil, por isso vim mostrar meus primers favoritos"

Da Redação Publicado em 08/03/2021, às 16h19 - Atualizado às 16h20

Duda Reis se pronunciou sobre polêmica acerca de publicidade - Instagram/@dudareisb
Duda Reis se pronunciou sobre polêmica acerca de publicidade - Instagram/@dudareisb

A influenciadora Duda Reis se envolveu em uma polêmica no último domingo (7). Na ocasião, foi divulgado um vídeo publicitário do qual ela fazia parte, promovendo primers de uma marca. No registro, ela diz: "Ser mulher é muito difícil, por isso que estou aqui, porque vim mostrar para vocês os meus primers favoritos".

Nas redes sociais, os internautas se manifestaram indignados com a posição da influenciadora. Para eles, ela usou uma pauta importante do movimento feminista fora de contexto, apenas com o objetivo de vender um produto.

Duda, então, se pronunciou em sua conta oficial no Instagram, na noite do último domingo (7). Ela alegou que o vídeo foi editado e não foi apresentado previamente à sua equipe. 

"Venho conversar com vocês pré-Dia das Mulheres. Essa conversa não fazia parte de toda a programação que eu criei pro dia junto com uma equipe porque em nenhum momento eu imaginei que isso iria acontecer. Algo de mau gosto e muito errado", começou.

"Eu fiz uma ação de publicidade com uma marca que eu gosto muito, sempre gostei dos produtos. E essa marca fez uma edição muito ruim. Fiquei muito chateada porque fiquei horas falando, horas gravando e dando meu depoimento. Essa marca edita meu vídeo, toda a luta como mulher e resume que qualquer solução para para as problemáticas que todas as mulheres enfrentam... eu jamais resumiria uma luta tão real e tão dolorosa a um primer. Ainda mais depois de tudo o que eu vivi. Confesso que fiquei muito chateada porque isso banaliza a luta da mulher", continuou a atriz.

Depois, ela menciona que o vídeo nunca foi enviado para sua equipe. "Ele não passou por aprovação porque ele não foi enviado. E nitidamente o vídeo tem cortes. Eu não resumo a luta da mulher num primer. Espero muito um pronunciamento da marca, porque quem tem que se pronunciar sobre isso é a marca, não sou eu. Eu não falei isso. Meu vídeo foi distorcido um dia antes do Dia da Mulher. Impressionante".

"Todo mundo sabe que eu vivi situações de violência doméstica. E estou sendo massacrada no Twitter por um vídeo que foi nitidamente editado, que nitidamente eu não falaria isso. Ninguém parou para pensar como eu estou no meu processo de recuperação, de me interar comigo, de me conectar comigo como mulher", lamentou, em referência ao relacionamento que teve com Nego do Borel

Vale lembrar que a loira acusou o cantor de traições e abusos, inclusive estupro. Inclusive, ela registrou um Boletim de Ocorrência contra o funkeiro na Delegacia da Mulher de São Paulo.

"Vocês não pararam para pensar que eu estou há semanas montando um conteúdo com diversas mulheres necessárias nesse Instagram para a gente trazer um pouco de conhecimento para toda a sociedade. Porque a gente só combate o machismo assim, com conhecimento. E estou tendo que lidar com diversas questões minhas, dos meus processos pessoais", continuou.

Ela também mencionou o apoio mútuo que as mulheres deveriam ter umas com as outras. "Há algumas pautas importantes. Primeiro é sobre o cancelamento. Como vocês estão pegando um vídeo que nitidamente está cortado, editado, e tomando isso como uma verdade absoluta sem me ouvir. Isso é muito bizarro. Cadê a sororidade das mulheres? Um dia antes do Dia da Mulher, estou tendo que vir aqui mais uma vez ter que me provar para as pessoas. É surreal! Estou muito indignada... clássico isso", finalizou.