AnaMaria
Famosos / TV

Elenco de 'A Viagem' relembra perrengues dos bastidores: ''Céu era um campo de golfe''

Novela dos anos 90 está sendo reprisada pela segunda vez no canal VIVA

Da Redação Publicado em 22/12/2020, às 14h01 - Atualizado às 14h02

Elenco de 'A Viagem' relembra perrengues dos bastidores - Acervo TV Globo
Elenco de 'A Viagem' relembra perrengues dos bastidores - Acervo TV Globo

Atendendo os pedidos dos telespectadores, a novela 'A Viagem', sucesso exibido pela primeira vez na Rede Globo em 1994, está sendo transmitida novamente no canal pago 'VIVA' às 15h. Em um bate-papo, divulgado na última segunda-feira (21), com o jornalista Hugo Gloss, o elenco do folhetim relembrou os bastidores da produção espírita. 

Durante a conversa, o ator Antonio Fagundes, que interpretou Otávio Jordão, recordou a ambientação utilizada para gravar as cenas que se passavam no céu. 

“Nossa, aquele céu era um campo de golfe em Petrópolis. Aquilo era um inferno! Era um campo de golfe e aquela grama tinha uns espinhos, você lembra disso, Cris? E a gente cava descalço, porque no céu não tem sapato, né?! (risos) Era um sofrimento aquilo ali, viu?!”, afirmou. 

Guilherme Fontes, que deu vida ao papel de Alexandre, o vilão da história, declarou que as cenas gravadas no 'Vale dos Suicídas' também foram difíceis de encarar:  “O vale dos suicidas era tenebroso (risos). Era uma pedreira muito calorenta em Niterói. Colocavam fogo pra cac*te, era um lamaçal, um lugar cheio de mosquito, era tenebroso lmar lá. Graças a Deus a gente fez aquilo em poucos dias!”.

Guilherme também aproveitou para relembrar a repercussão do personagem que interpretou na época. 

“Olha, eu vivi muitas coisas tenebrosas e usaram muito desse personagem contra mim, eu não tenho dúvida disso. A maioria do que se falou sobre mim nos últimos 15 anos foi sempre com uma foto do Alexandre estampada na página. Então, eu e o mal estivemos muito próximos por muitos anos, pelo menos na ficção”, brincou. 

POLÊMICA DE 'FINA ESTAMPA' 

Ainda na entrevista, a estrela da televisão brasileira Christiane Torloni, que representa Dináem 'A Viagem', também aproveitou o espaço para se pronunciar acerca da polêmica reprise da trama 'Fina Estampa'. 

De acordo com a famosa, a novela foi transmitida em uma momento que pedia algo mais leve: “‘Fina Estampa’ entra nesse universo como a arte, através do riso, principalmente porque a novela é uma farsa, né, ela traz essa possibilidade das pessoas descansarem, principalmente no começo da pandemia, onde nós estávamos absolutamente pasmos com a possibilidade de ter, como agora, 600 pessoas morrendo por dia. Então assim, eu acredito que ‘Fina Estampa’ foi reprisada, [pois] ela devia estar lá na lista do ‘Vale A Pena Ver De Novo’, e foi uma grande jogada. Foi uma grande jogada porque na verdade assim, eu não tenho nenhum trabalho que eu me arrependa de ter feito.”.

E acrescentou:  “Acho muito estranho a gente se arrepender de um trabalho. Tem trabalhos que são complexos, tem outros que você vê diculdades, esse mesmo, ‘A Viagem’, deu muito trabalho pra ser feito, mas assim… Eu não me arrependo. Eu acho que se você pegar uma personagem como, [risos], a Tereza Cristina… o Brasil tá cheio de Terezas Cristinas. É impressionante. Eu não só não me arrependo, como faria de novo. Todos os personagens, entendeu?”, concluiu.