AnaMaria
Famosos / Vem aí

Em entrevista, Lula levanta expectativas para Eleições 2022: ''Vou fazer o povo comer''

Ex-presidente Lula falou sobre possível candidatura e planos para o Brasil em 2022

Da Redação Publicado em 03/12/2021, às 09h37 - Atualizado às 09h43

Lula em entrevista ao 'PodPah' - Reprodução/Youtube
Lula em entrevista ao 'PodPah' - Reprodução/Youtube

Ele é o momento! Luiz Inácio Lula da Silva, mais conhecido como Lula, parou o Brasil, na noite da última quinta-feira (2), durante sua entrevista ao 'PodPah', podcast apresentado por Igor Cavalari e Thiago Marques. O ex-presidente foi o convidado mais assistido na história do programa, que chegou a marca de 270 mil ouvintes simultaneamente.

No bate-papo, Lula fez uma breve análise sobre a atual situação do Brasil e não poupou críticas ao Chefe de Estado, Jair Bolsonaro: "Esse cara é grosso, esse cara não sabe respeitar o ser humano, esse cara não sabe respeitar a sociedade, esse cara não gosta de negro, de LGBT, não gosta das mulheres, não gosta de sindicato".

"Ele só gosta de milico, de miliciano. Ela não gosta de livro, só gosta de arma", acrescentou.

Segundo ele, o presidente acabou com tudo que "tinha de bom" no país: "Diminuíram o dinheiro para as universidades. O Enem, que já teve 16 milhões de pessoas inscritas, este ano teve só 3 milhões. Tem um milhão de meninos e meninas devendo pro Fies que não podem pagar".

"Anistia essas crianças, qual o prejuízo pro país? Tem tantos empresários que dão calote, o que custa anistiar esses meninos", questionou o petista, antes de relembrar: "O Brasil era motivo de orgulho". 

ELEIÇÕES 2022

Outro assunto que virou pauta na conversa foram as Eleições 2022. Cotado como um dos principais concorrentes de Bolsonaro, Lula garantiu que seu objetivo é um só: "Fazer o povo voltar a comer". Apesar de não ter dado certeza quanto a sua candidatura, o ex-metalúrgico disse que pretende combater a fome no país. 

"A minha obsessão, nenhuma criança pode ir pra cama ou acordar de manhã sem ter um café da manhã. A fome é dura", afirmou. 

O petista ainda deu um destaque especial para a importância dos trabalhadores no país, que foram e ainda são seus principais aliados. Ao ser questionado se "pobre deve comer camarão", Lula disparou: "Pode e deve!". 

"Até porque é ele quem pega o camarão, é ele quem constrói o carro, é ele quem faz a roupa que você está vestindo. Então, ele tem o direito de possui as coisas que ele produz", pontuou ele.

Confira a entrevista completa: