Em Nova York, Marcelo Queiroga faz gestos obscenos para manifestantes contra Bolsonaro

Presidente está na cidade para a 76ª Assembleia Geral da ONU

Da Redação Publicado terça 21 setembro, 2021

Presidente está na cidade para a 76ª Assembleia Geral da ONU
Queiroga mostra o dedo do meio para grupo de pessoas - Twitter/@eixopolitico

O Ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, viralizou nas redes sociais, na última segunda-feira (20), após perder a paciência com alguns manifestantes contra Jair Bolsonaro (sem partido), em Nova York (EUA). Na ocasião, o médico, que faz parte da comitiva oficial do presidente, se revoltou e mostrou o dedo do meio para as pessoas que protestavam na rua. 

O episódio aconteceu na calçada em frente à residência da Missão Nacional Junto à ONU, onde um grupo de pessoas criticava a presença do Chefe de Estado na cidade. Além de frases como "genocida" e "assassino", um caminhão com um telão exibia os seguintes dizeres: "Bolsonaro is burning the Amazon" (Bolsonaro está queimando a Amazônia, em português).

Irritado, o Ministro da Saúde se levantou dentro de uma van e apontou o dedo do meio das duas mãos para os ativistas, que continuaram gritando. Nas redes sociais, o presidente também atacou o movimento e ironizou a situação: "Meia dúzia de acéfalos protestam contra Jair Bolsonaro para delírio de parte da imprensa brasileira".

Vale lembrar que Bolsonaro irá discursar, nesta terça-feira (21), na 76ª Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas. Entre os temas abordados, ele deverá falar, principalmente, sobre o marco temporal das terras indígenas no Brasil.

Confira:

 

Último acesso: 07 Dec 2021 - 14:40:09 (1150224).