AnaMaria
Famosos / Pioneirismo

Escócia se torna primeiro país a oferecer produtos de menstruação gratuitamente

Lei foi votada e na última terça-feira (24)

Da Redação Publicado em 25/11/2020, às 15h18 - Atualizado em 09/12/2020, às 10h10

Escócia se torna primeiro país a oferecer produtos menstruais de graça - Getty Images
Escócia se torna primeiro país a oferecer produtos menstruais de graça - Getty Images

A Escócia votou para pasar a oferecer produtos menstruais gratuitos de forma universal, na última terça-feira (24), tornando-se assim o primeiro país no mundo a aderir a iniciativa.

O parlamento decidiu unanimemente a favor de um projeto de lei que estabelece o direito de acesso a absorventes internos e externos de forma gratuita.

A primeira-ministra escocesa, Nicola Sturgeon, fez questão de celebrar a decisão.

“Tenho orgulho de votar por esta lei inovadora, que torna a Escócia o primeiro país do mundo a fornecer produtos menstruais gratuitos para todas as pessoas necessitadas”, dide na ocasião, acrecentando que acredita se tratar de "uma política importante para mulheres e meninas".

Na sequência, a deputada Monica Lennon afirmou que o projeto visa sanar preocupações futuras.

“Todos concordamos que ninguém deve se preocupar com seus próximos absorventes ou proteções reutilizáveis”, defendeu.

Absorventes são oferecidos à alunas do ensino médio universitárias na Escócia, mas agora o projeto impõe a obrigação de estabelecer um plano nacional, garantindo o acesso universal.

Instituições de ensino também devem disponibilizar variedades de produtos de menstruação nos banheiros. O governo pode até mesmo obrigar os órgãos públicos a fornecê-los gratuitamente.